Brasil Econômico

Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, falou sobre auxílio emergencial de crédito para proprietários de bares e restaurantes
Reprodução
Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, falou sobre auxílio emergencial de crédito para proprietários de bares e restaurantes

O governo do estado de São Paulo suspendeu, nesta quarta-feira (3), durante coletiva de imprensa, o decreto que coloca todo o estado na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva, do plano de flexibilização econômica aos finais de semana. Pela previsão inicial, a medida permaneceria até 7 de fevereiro, mas deixa de valer já no próximo sábado (6).

O governo de São Paulo justificou a mudança pela melhora nos índices de internação no estado de São Paulo. "Tivemos, felizmente, queda em internações em todo o estado de São Paulo, tanto em leitos primários quanto em leitos de terapia intensiva (UTI), o que nos permite suspender a decisão de fechamento de atividades econômicas já neste final de semana em todo o estado", afirmou o governador João Doria.

Você viu?


Com a revogação, shoppings, restaurantes e comércios voltam a ter permissão para funcionar aos sábados, domingos e feriados nas regiões que estão na fase laranja do Plano SP. No período noturno, entretanto, seguem autorizados a operar somente até às 20h, conforme previsto pelas regras da fase.

Na classificação do Plano SP de 29 de janeiro, a gestão estadual havia anunciado 11 regiões na fase laranja e seis na vermelha, a mais restritiva. 

Nessa fase laranja, estavam: Presidente Prudente, Sorocaba, Araçatuba, São José do Rio Preto, Araraquara, São João da Boa Vista, Piracicaba, Campinas, Sorocaba, Registro e a Grande São Paulo. 

Na fase vermelha, estão Marília, Bauru, Taubaté, Barretos, Franca, Ribeirão Preto. Tanto o estado de São Paulo quanto a Grande SP, tem taxa de ocupação de 69,9% no número de leitos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários