Cursos de marketing digital e tecnologia tem sido alvo de empresas para qualificação de funcionários
Reprodução: ACidade ON
Cursos de marketing digital e tecnologia tem sido alvo de empresas para qualificação de funcionários

Há quase dois anos, a empresária Camila Sis abriu uma loja de roupas infantis em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Após o nascimento da filha, ela largou o emprego de comissária de voo em uma companhia aérea e se aventurou definitivamente no mundo dos negócios. 

Mesmo sem especialização, a loja estava com faturamento elevado até a chegada da pandemia . Em 2020, ela e a sócia se viram obrigadas a encerrar as atividades presenciais e encontraram na internet uma alternativa para manter a renda .

 “Chegou em um momento que não estávamos mais recebendo ninguém na loja, aí nós decidimos trabalhar somente pela internet. Eu não tinha conhecimento ela também não tinha conhecimento de como fazia para se trabalhar pela internet, foi aí que decidi em fazer um curso para me especializar”, afirma a empresária.

Com o aumento da procura e o fechamento do comércio, a empresária buscou cursos para aprender a divulgar sua marca. A adesão ao curso de marketing digital colaborou para o crescimento da loja nas redes sociais.

O sucesso na internet e a inspiração nas grandes marcas, ascenderam mais uma vez lado empresarial de Camila, que pensa em abrir outra loja de roupas, dessa vez destinada ao público adulto.

“Hoje eu trabalho muito mais pelas redes sociais. Eu tenho um estabelecimento de estoque, onde eu faço todo trabalho de marketing digital. Agora, estamos investindo na abertura de um brechó adulto", afirmou.

Não é só os gestores que buscam esse tipo de conhecimento. Grandes corporações procuram universidades para aumentar a capacidade de seus funcionários.

Dados da consultoria Mercer apontam que 61% das empresas brasileiras oferecem cursos terceirizados para especialização e capacitação de trabalhadores e gestores.

O diretor de operações da Universidade Raccon, Bernardo Carvalho, explica que a contratação de cursos para treinamento ajuda no desenvolvimento e expansão de empresas. Ele ainda lembra de casos em que estagiários se tornaram diretores.

“Através dos cursos o profissional consegue dar um passo importante no aprendizado de uma ferramenta ou uma área específica. Desta maneira este novo profissional consegue mostrar em uma entrevista que está pronto assumir um novo papel. Para um profissional que já está empregado, o valor é percebido pelos gestores, já que se especializar ou profissionalizar traz um maior valor para o dia a dia da empresa”, afirma.

Você viu?

“Se este aprendizado for bem aplicado, o valor será percebido e provável que no momento correto de avaliações e promoções ele será considerado como um ponto forte”, conclui Carvalho.

Mão de obra deficitária

Um dos maiores desafios do mercado de trabalho, segundo empresários, é encontrar funcionários com formação para o perfil da vaga disputada. Quando não encontrado, a alternativa é recorrer às universidades e cursos profissionalizantes.

De acordo com um levantamento publicado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostra que são formados no Brasil anualmente apenas 46 mil pessoas com perfil para preencher essas vagas. A Brasscom afirma que esse é o maior deficit da América Latina .

“Cursos que possuem um conteúdo mais avançado também conseguem gerar maior maturidade para as áreas e em reuniões com clientes, isto é percebido quase que de imediato. Vejo uma grande vantagem para empresas que atualmente terceirizam serviços, pois elas precisam que o responsável pelo terceiro consiga de fato entender o que está sendo realizado e proposto”, afirma Carvalho.

Assim como o caso da Camila, o setor mais procurado pelas empresas é o marketing digital. A evidência se deve ao aumento da demanda das empresas em realizar divulgações eficientes e baratas através da internet.

“Atualmente vemos que muitas empresas buscam cursos de Marketing Digital e Tecnologia, principalmente desenvolvedores web e mobile. Estas duas profissões estão com uma falta de profissionais no mercado e as pessoas já perceberam esta necessidade, por isso temos uma busca grande nestas áreas”, completou.

Adesão do Governo Federal

Em busca de capacitar servidores que estão em regime de home office, a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia e a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) lançaram cursos nove cursos com inscrições gratuitas . Os estudos serão realizados pela internet e terão certificados de conclusão, no entanto, o servidor tem 30 dias para concluir as aulas.

A medida faz parte do programa do Ministério da Economia que visa em digitalizar o trabalho do Governo Federal . De acordo com a pasta, 65% dos 4 mil serviços públicos estão trabalhando remotamente.

Confira os cursos disponíveis

  • Avaliação da qualidade de serviços como base para gestão e melhoria de serviços público
  • Desenvolvendo times de alta performance
  • Fiscalização e Gestão de Contratos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)
  • Gestão de conflitos e negociação
  • Governança de TIC para o Governo Digital
  • Inteligência artificial no contexto do serviço público
  • Liderança e Gestão De Equipes
  • O papel do DevOps na transformação digital dos serviços públicos
  • Criatividade e novas tecnologias no serviço público

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários