Bolsonaro não informou como será feita a proibição, se por meio de decreto ou projeto no Congresso Nacional
Reprodução/TV Brasil
Bolsonaro não informou como será feita a proibição, se por meio de decreto ou projeto no Congresso Nacional

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na manhã desta quinta-feira (21) que vai proibir que estrangeiros comprem terras no Brasil . A declaração foi dada em um evento de inauguração de um trecho da BR-135, em Coribe, na Bahia.

Em pronunciamento na cidade de pouco de 15 mil habitantes, Bolsonaro reforçou a promessa de entregar 574 títulos de propriedade para famílias que vivem no assentamento Reunidas Pai João, próximo à Coribe.

"E deixo claro que vou me empenhar, assim como a bancada de deputados da Bahia, tenho certeza, para não permitir a venda de terras para estrangeiros. Esse país é nosso, é de todos nós."

O presidente não informou como será feita essa proibição, se através de decreto ou projeto à ser enviado para o Congresso Nacional

O presidente ignorou o recorde de mortes na segunda onda de Covid-19 no país. Na quarta-feira (20), o Brasil registrou 1.340 óbitos em decorrência da doença. No evento, Bolsonaro exaltou a equipe do Planalto e afirmou estar fazendo um bom mandato.

"Em todos os locais há aqueles que remam contra, mas eu, assim como o prefeito de Coribe, governamos para todos. Sabia que não seria fácil, que a cruz seria pesada, mas ele [Deus] não nos dá um peso maior do que podemos carregar", afirmou

Uma pesquisa realizada pela XP-Inpespe e divulgada na última segunda-feira (18), mostra que 40% da população reprova as ações do governo Bolsonaro , enquanto 32% consideram as ações do Governo Federal ótimo ou bom.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários