Heineken
Divulgação
Heineken diz que problema de abastecimento é causado por falta de insumos

A cervejaria Heineken tem sofrido com a falta de vidro para abastecer o mercado de algumas regiões com cervejas de garrafa de vidro. Segundo a empresa, o problema é causado pela falta de insumos como vidro e alumínio, sentido por toda a indústra de bebidas no brasil.

De acordo com a marca, todo impacto na cadeia "tem um impacto ainda maior na disponibilidade de Heineken". A falta de garrafas também foi apontada pelo Sindicerv (sindicato nacional da indústria da cerveja) e a CervBrasil, associação do setor.

Para o Sindicerv, o problema é reflexo do impacto no fornecimento de insumos agravado pela pandemia. A entidade diz que busca, junto aos fornecedores, "soluções para a normalização e menor impacto possível ao processo".

Já a indústria de vidro, afirma que a causa é a mundança de hábito dos brasileiros, que passaram a consumir mais em latas dentro de casa desde que iniciadas as medidas de isolamento social - reduzindo a demanda por garrafas.

"As empresas diminuíram as compras [principalmente de abril a junho] e venderam tudo o que tinham de capacidade de venda. Agora, na volta, querem contratar o que elas estavam vendendo antes da pandemia. Não tem como suprir embalagem de vidro diferente para cada cliente", disse Lucien Belmonte, presidente da Abividro (Associação Brasileira das Indústrias de Vidro).

A falta de vidro no mercado não é um problema somente para cervejas. Segundo sondagem da CNI (Confederação Nacional da Indústria), em novembro, ainda por causa da pandemia, 75% das indústrias brasileiras enfrentaram dificuldades para conseguir insumos domésticos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários