Brasil Econômico

pedágio
Reprodução
Pedágio

Após 18 meses sem reajuste, alguns pedágios do sistema  Sistema Anchieta-Imigrantes vão aumentar de preço. O reajuste será de 1,88% e já começa a valer a partir desta terça-feira (1) em algumas praças do sistema.

A atualização atende à determinação da Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP), publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo no dia 20 de novembro. 

Devido à pandemia de Covid-19, o reajuste, que inicialmente entraria em vigor no dia 1º de julho deste ano, foi postergado por seis meses com o intuito de minimizar os impactos econômicos causados pela pandemia. Com isso, o aumentou passou agora para dezembro.

Reajustes pontuais apenas

Agora, os valores subirão R$ 0,60 nas duas principais praças do Sistema, Riacho Grande e Piratininga, onde a tarifa será de R$ 28,00.

Na região da Baixada Santista, a tarifa da praça de São Vicente seguirá sem alteração e com o mesmo valor já cobrado, R$ 7,60. Já na praça de Santos, a tarifa passa de R$ 12,80 para R$ 13,00.

Confira, na sequência, os reajustes:

Santos (KM 250 Rod. Cônego Domênico Rangoni)

  • Tafira atual: R$ 12,80
  • Nova tarifa: R$ 13,00

Batistini (bloqueio no km 24 da Imigrantes)

  • Tafira atual: R$ 6,20
  • Nova tarifa: R$ 6,40

Riacho Grande/Piratininga (KM 31 Anchieta/KM 32 Imigrantes)

  • Tafira atual: R$ 27,40
  • Nova tarifa: R$ 28,00


Segundo a Ecovias, que admistra as rodovias, o valor arrecado nas praças de pedágio é aplicado em obras de melhorias, conservação e manutenção, serviços de apoio aos usuários nas rodovias,  que seguiram funcionando normalmente durante a pandemia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários