Brasil Econômico

Sementes da China
Reprodução/Twitter
Ministério da Agricultura alerta sobre o risco que as sementes misteriosas podem causar

Segunda uma nova análise feita nesta quinta-feira (26), pelo Ministério da Agricultura, os pacotes de sementes misteriosas recebidas por brasileiros pelos Correios contêm pragas não existentes no Brasil . No total, 17 das 36 amostras observadas apresentaram risco fitossanitário ao país. O montante total de pacotes entregues até o momento no país é de 525. 

Em uma dessas amostras, havia pragas da espécie Myosoton aquaticum , que possuem potencial para serem consideradas quarentenárias, o que significa que têm risco de estabelecimento permanente no país, podendo gerar impactos econômicos negativos. Resistente a herbicidas, esta planta possui processo de controle difícil, sendo considerada daninha nos campos de trigo da China .

Em outras quatro amostras foram identificadas a espécie quarentenária Descurainia sophia , uma planta daninha nos Estados Unidos e no Canadá , além de planta invasora no México, Japão, Coreia, Chile e Austrália. 

Outras 15 amostras continham gêneros que possuem espécies quarentenárias com potencial quarentenário , como sementes de Cuscuta, Brassica, Chenopodium e Amaranthus; e dos fungos Cladosporium, Alternaria, Fusarium, e Bipolaris.

"A introdução de material propagação (sementes ou mudas), mesmo em pequenas quantidades, sem atender aos requisitos fitossanitários e de qualidade estabelecidos pelo ministério coloca em risco a agricultura brasileira", alertou o diretor do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas, Carlos Goulart.

Golpe? Bioterrorismo?

Há meses que existem histórias de sementes vindas da China que chegam aos consumidores. Foram relatados casos desses na Europa , porém ganharam maior repercussão nos Estados Unidos, devido à tensão entre americanos e chineses. Porém, a hipótese mais provável, considerada inclusive pela Defesa Sanitária Vegetal de Santa Catarina, é a de um simples golpe para conseguir mais vendas na internet. 

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) trabalha com a possibilidade de que os casos envolvendo essas encomendas sejam relacionados a uma fraude chamada " brushing ".

O "brushing" é, basicamente, o envio de mercadorias não solicitadas com o objetivo de registrar compras falsas. A semente, no caso, serve apenas para que o pacote não seja enviado vazio. Essa hipótese explica a ausência de sinais de tentativas de bioterrorismo ou contaminação nas investigações das autoridades. 

Orientações 

O Ministério da Agricultura pede que os brasileiros tenham cuidado e que não abram encomendas recebidas pelos Correios com pacotes de sementes não solicitados. 

Caso aconteça a entrega dessas sementes, a pasta orienta aos que seja feito o encaminhamento do material a uma das unidades do ministério em seu estado ou ao órgão estadual de Defesa. 

É importante que o pacote não seja aberto ou descartado no lixo de forma alguma. Essa precaução é crucial para que não haja o contato das sementes com o solo e nem prejuízos para as áreas agrícolas e o meio ambiente.

A orientação também vale para aqueles que receberam e plantaram essas sementes. Neste caso, entre em contato com o Ministério da Agricultura ou o órgão estadual de Defesa para agendar o recolhimento desse material .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários