Brasil Econômico

paulo guedes de máscara
Edu Andrade/Ascom/ME
Ministro da Economia, Paulo Guedes. celebrou recuperação brasileira, mas alertou: "se o país fizer besteira, afunda de novo"

O ministro da Economia, Paulo Guedes, celebrou a recuperação da economia brasileira e disse nesta quarta-feira (25) que sua projeção de que a economia vai crescer de 3% a 4% em 2021 pode se mostrar conservadora. Ele alertou, porém, que se o país fizer besteira, "afunda de novo". Guedes cobrou "coragem política" por reformas econômicas.

As declarações de Guedes foram feitas em evento com investidores em São Paulo, ao lado do presidente Jair Bolsonaro . "Grande desafio nosso é transformar essa recuperação cíclica - já é um fato, vai crescer 3%, 4% no ano que vem, está aí, se nós não fizermos besteira. Se fizermos besteira, afunda de novo", afirmou o ministro.

Guedes voltou a defender publicamente a retomada da agenda de reformas econômicas no Congresso e cobrou "coragem política" dos parlamentares.

"Precisa de coragem política para fazer o que tem que ser feito. O presidente tem essa coragem, tem demonstrado isso. O Congresso é reformista, então vai acontecer", celebrou.

Guedes disse acreditar que a Câmara aprovará nas próximas semanas o projeto de autonomia do Banco Central e defendeu que a medida é essencial para sinalizar que os recentes aumentos de preços na economia - que ele atribuiu ao pagamento do auxílio emergencial - não vão virar "alta permanente de preços que vai desmontar todo esse mecanismo de juro baixo".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários