Guedes volta a ironizar estrangeiros sobre preservação da Amazônia
Reprodução
Guedes volta a ironizar estrangeiros sobre preservação da Amazônia

O ministro da Economia, Paulo Guedes , voltou a ironizar as críticas que o Brasil recebe de estrangeiros sobre a política de preservação do meio ambiente. Durante evento virtual do setor financeiro, ele relembrou um episódio em que acusou americanos de desmatarem florestas e matarem índios.

"Outro dia eu estava falando com um colega norte-americano. Eles estavam falando que nós estávamos queimando a Amazônia.  Eu falei: 'Olha, escutem bem, eu agradeço muito a preocupação de vocês pelos nossos índios, nossas matas. Dado o que vocês fizeram aos seus índios e as suas matas, eu entendo bem a sua preocupação. O nosso general (o vice-presidente Hamilton) Mourão não vai ser morto pelos índios como o general Custer, tentando ser presidente dos EUA. Não é isso que a gente faz com a nossa floresta nem os nossos índios'", disse o ministro, em encontro promovido pelo banco Credit Suisse.

Guedes se referiu à sua participação no evento Aspen Security Forum , organizado no início de agosto pelo Aspen Institute , um centro de estudos de Washington.

Na ocasião, o ministro fez referência ao general americano George Armstrong Custer , oficial do exército dos EUA que liderou tropas no século XIX em guerras contra indígenas na conquista de áreas do noroeste do país.

Na sua fala, o ministro também fez referência a franceses, que questionam as ações do Brasil em relação à Amazônia , e comparou as queimadas nas florestas ao incêndio que atingiu a catedral de Notre-Dame no ano passado.

A questão ambiental é frequentemente alvo de críticas por parte do presidente da França, Emmanuel Macron , e um dos entraves para a conclusão do acordo entre Mercosul e União Europeia.

"De uma forma bem bondosa eu os lembrei. Em Paris , não conseguiram preservar uma igreja, uma catedral, imagina uma floresta inteira. Nós precisamos da ajuda de vocês, sua atenção e preocupação para preservar as florestas, manter a miscigenação com os índios, mas vocês podem nos ajudar muito nos entendendo e não nos atacando", disse Guedes .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários