compra pela internet
shutterstock
Segundo a Receita Federal, número de operações com notas fiscais eletrônicas aumentou mais de 10% em junho em relação a 2019

Apesar da crise do novo coronavírus (Sars-Cov-2), a média diária de vendas no país registrou alta de 10,3% em junho, na comparação com o mesmo mês do ano passado, para R$ 23,9 bilhões por dia. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (6) pela Receita Federal.

O balanço do Fisco é baseado nas notas fiscais eletrônicas (NFe) e reflete principalmente as transações entre empresas de médio e grande porte e vendas não presenciais de empresas para pessoas físicas.

O dado tem sido mencionado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes , para exemplificar a percepção de que o pior momento da recessão causada pela pandemia foi em abril e já passou.

Guedes tem apostado em uma recuperação da atividade econômica mais rápida do que o esperado por analistas, que apontam  queda de 6,5% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano.

Segundo a Receita , o volume de vendas com NFe também superou o registrado em maio, com uma alta de 15,6%. Antes, maio já havia registrado alta de 9,1% frente a abril, o que vai ao encontro da visão do ministro.

O órgão também divulgou nesta segunda uma análise semanal. Por este prisma, há uma recuperação gradual das vendas.

De acordo com o Fisco, a última semana de junho registrou vendas totais de R$ 177 bilhões. "As quantidades de notas fiscais eletrônicas (NFe) subiram gradualmente após o choque da Covid-19 (semana 13) e permanecem maiores que no início do ano", disse o órgão, em nota.

    Veja Também

      Mostrar mais