Governador afirmou que comércios serão multados caso permita consumidores sem máscara. Multa será de R$ 5 mil
Reprodução/Governo de SP
Governador afirmou que comércios serão multados caso permita consumidores sem máscara. Multa será de R$ 5 mil

O governo de São Paulo anunciou que, a partir do dia 1º de julho, quando será permitida a abertura de novos serviços devido ao avanço para a fase amarela do plano São Paulo , os estabelecimentos passarão a ser multados caso permitam a entrada de consumidores sem máscara.

"Estabelecimentos comerciais, de qualquer tamanho, que forem flagrados, a partir do dia 1º de julho, pela Vigilância Sanitária, com pessoas sem a utilização de máscara, receberão uma multa de R$ 5 mil por pessoa e por vez. Será publicada um resolução no Diário Oficial", informou Doria.

Pessoas físicas também serão multadas em R$ 500,00 caso transitem sem o equipamento em áreas públicas. 

"Se alguma pessoa estiver em área pública sem máscara ela poderá ser multada em R$ 500. Não há sentido arrecadatório ou punitivo, mas para alertar para a utilização da máscara", disse o governador, que afirmou que o valor arrecadado será transferido para o  programa Alimento Solidário.

O governador informou, ainda, que serão feitas blitz educativas por parte das vigilâncias sanitárias.

"Quero lembrar a todos que o uso de máscara passará a ser algo cotidiano na nossa vida, como vestir uma indumentária. As pessoas terão de usar máscaras até que tenhamos uma vacinação para a população brasileira", concluiu

    Veja Também

      Mostrar mais