A arrecadação federal de impostos e contribuições ficou em R$ 77,4 bilhões em maio, pior dado — considerando qualquer mês — desde o início da série histórica, em 2007. Em relação ao igual mês do ano passado, a queda foi de 32,92%, já considerando a inflação. A retração é mais intensa que a registrada em abril, quando o recuo foi de 28,95%.

Leia também:

Investidores ameaçam deixar o Brasil por destruição da Amazônia, diz jornal

Banco Central anuncia liberação de R$ 55,8 bilhões em crédito a empresas menores

Movimento Renda Básica pressiona governo a manter auxílio até dezembro

Os dados foram divulgados nesta terça-feira pela Receita Federal . Os dados da arrecadação de maio refletem a atividade de abril, considerada o auge da crise do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ).

Arrecadação de impostos tem pior desempenho desde 2007
shutterstock
Arrecadação de impostos tem pior desempenho desde 2007

Analistas do mercado financeiro projetam que o Produto Interno Bruto ( PIB ) do Brasil fechará o ano com retração de 6,5%, prevendo a maior recessão da História.

A previsão oficial do governo é de queda menor, de 4,7%. Na segunda-feira, o secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida , disse em live com investidores que abril foi o fundo do poço. O secretário afirmou que espera que a economia se recupere mais rapidamente do que o esperado.

    Veja Também

      Mostrar mais