Recursos emergenciais do FGTS começam a ser liberados no dia 29 de junho
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Recursos emergenciais do FGTS começam a ser liberados no dia 29 dejunho


O presidente da Caixa Econômica Federal , Pedro Guimarães, anunciou neste sábado que os recursos do saque emergencial do FGTS vão começar a ser creditados nas contas digitais dos trabalhadores a partir do dia 29 deste mês. O calendário de saques terá início quase um mês depois, em 25 de julho.

As datas serão escalonadas a partir da data de nascimento : quem faz aniversário em janeiro terá o crédito em conta a partir de 29 e poderá sacar a partir de 25 de julho; para os nascidos em dezembro, os valores estarão disponíveis a partir de 21 de setembro e poderão ser sacados a partir de 14 de novembro.

A medida provisória que instituiu o saque emergencial de até R$ 1.045 do FGTS estabeleceu que os recursos seriam disponibilizados a partir de 15 de junho, próxima segunda-feira, duas semanas antes da primeira data de crédito. Guimarães negou, no entanto, que o atraso esteja relacionado com problemas no fluxo de caixa do fundo – o GLOBO mostrou neste sábado que o FGTS registrou arrecadação líquida negativa (depósitos menos retiradas) em março e abril.

Leia também:

Segundo o presidente da Caixa , as duas semanas de diferença se devem a uma questão “operacional”, já que a Caixa terá que criar cerca de 55 milhões de contas digitais – 60 milhões de trabalhadores vão receber os valores, dos quais 5 milhões já tiveram as contas criadas em função do recebimento de outros benefícios do governo. A autorização para a abertura das poupanças digitais para o recebimento do FGTS foi ocorreu neste sábado, por meio de uma medida provisória editada pelo governo.

"Nenhuma (relação com o fluxo de caixa do FGTS). O que acontece é uma questão operacional, já que acabamos de ter autorização para abrir contas digitais, então precisamos de alguns dias. A medida provisória diz claramente que é a partir do dia 15 (de junho). O saque imediato também foi pago em quatro, cinco meses, estamos pagando até mais cedo. Não há nenhum tipo de restrição de FGTS, nada, simplesmente uma questão operacional, também para minimizar as filas em respeito aos cidadãos brasileiros e à questão da saúde" disse Guimarães. "Em nenhum momento havia a ideia de se pagar 60 milhões de pessoas em um dia", completou.

Justificativa

O presidente da Caixa também negou que haja um problema de falta de papel moeda que justifique o prolongamento dos pagamentos:

"Não tem discussão de falta de papel, não existe. Nosso objetivo claramente é preservar a vida dos brasileiros, evitar aglomerações. Estamos pagando 121,3 milhões de brasileiros (soma dos que vão receber FGTS com quem já recebe o auxílio emergencial e a complementação de salário). O dinheiro no Brasil está tranquilo, Banco Central tem trabalho excepcional".

A partir do momento em que os recursos do FGTS estiverem disponíveis nas contas digitais, os trabalhadores já poderão pagar contas e gastar os valores em sites e estabelecimentos comerciais que aceitem pagamentos por meio do aplicativo “Caixa Tem”. Já as transferências para outras contas seguirão o mesmo calendário dos saques.

Os recursos serão creditados de forma automática para os trabalhadores com contas ativas ou inativas no FGTS. Quem não desejar receber os valores, deve informar a Caixa por meio de um dos canais de atendimento, a partir do dia 19. Também é possível solicitar que os valores sejam devolvidos para a conta vinculada ao FGTS. Caso a verba não seja movimentada até 30 de novembro, ela será direcionada novamente para a conta original do FGTS.

CALENDÁRIO POR DATA DE NASCIMENTO

Janeiro – 29/06 (crédito em conta) / 25/07 (saque e transferência)

Fevereiro – 06/07 (crédito em conta) / 08/08 (saque e transferência)

Março – 13/07 (crédito em conta) / 22/08 (saque e transferência)

Abril – 20/07 (crédito em conta) / 05/09 (saque e transferência)

Maio – 27/07 (crédito em conta) / 19/09 (saque e transferência)

Junho – 03/08 (crédito em conta) / 03/10 (saque e transferência)

Julho – 10/08 (crédito em conta) / 17/10 (saque e transferência)

Agosto – 24/08 (crédito em conta) / 17/10 (saque e transferência)

Setembro – 31/08 (crédito em conta) / 31/10 (saque e transferência)

Outubro – 08/09 (crédito em conta) / 31/10 (saque e transferência)

Novembro – 14/09 (crédito em conta) / 14/11 (saque e transferência)

Dezembro – 21/09 (crédito em conta) / 14/11 (saque e transferência)

    Veja Também

      Mostrar mais