Brasil Econômico

dólar
shutterstock
Apesar de otimismo internacional, há turbulências políticas no Brasil que podem afetar o dólar negativamente

Nesta quarta-feira (20), o dólar comercial fechou em queda de 1,17%, valendo R$ 5,6890.  Esse é o menor valor em 15 dias, desde 5 de maio, quando fechou em R$ 5,70.

O dia foi otimista nos mercados internacionais com a subida do petróleo nos Estados Unidos e no Reino Unido. Além disso, mais países e outros estados americanos até então fechados começam a reabertura após quarentenas contra a pandemia, e varejistas americanas mostram bons resultados trimestrais.

Leia:  Menos da metade dos contribuintes entregou declaração do IR

No entanto, no âmbito doméstico, o Brasil tem apresentado instabilidade política que afeta o dólar. O presidente Jair Bolsonaro pode ter seu mandato ameaçado – e a possibilidade de divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, além de depoimento nesta tarde do empresário Paulo Marinho na Polícia Federal do Rio não permitiram que o dólar caísse mais.

Veja ainda:  Petrobras chega a produzir 1 bilhão de barris de petróleo no Espírito Santo

    Veja Também

      Mostrar mais