Brasil Econômico

pedro guimarães
Reprodução TV Brasil
Pedro Guimarães: Caixa Econômica Federal ainda paga primeira parcela nesta semana de maio

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães informou nesta segunda-feira (18) por meio de coletiva de imprensa que os beneficiários que estão recebendo a primeira parcela do auxílio emergencial neste momento, desde o dia 30 de abril, devem aguardar o próximo mês para terem o segundo crédito.

Veja em:  Segunda parcela do auxílio emergencial – confira datas e organização

"A primeira parcela, para esses 8,3 milhões de pessoas será recebida agora, mas eles não vão receber a segunda parcela nos próximos dias, só daqui a quatro semanas", afirmou.

O atraso foi motivo de reclamações pelos beneficiários, que tiveram de fazer o recadastramento ainda em abril. A Dataprev admitiu que mais de 30 milhões de pessoas tiveram de refazer os cadastros.

Leia em:  'Apagão' afetou mais de 30 milhões de pedidos de auxílio emergencial

Além disso, Guimarães reafirmou que todos os beneficiários, a partir de agora, receberão pela conta poupança digital da Caixa – mesmo os que já tinham conta em outro banco cadastrado. Segundo ele, as contas são abertas automaticamente com os dados já colhidos pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial e poderão ser acessadas no app Caixa Tem.

"O cadastramento é automático. Não precisa fazer nada. Nós já temos todos os dados e de fato todas as contas já foram abertas. Você não consegue ver, a gente não anunciou, mas não há necessidade de pedir ou de operacionalizar a abertura de contas. A Caixa abre automaticamente", explicou. 

A população pode se candidatar até o dia 3 de julho para recebimento do auxílio emergencial, tendo direito às três parcelas que são repassadas pelo governo federal.

    Veja Também

      Mostrar mais