Governo zerou impostos de importação de mais de 118 produtos usados no combate ao novo coronavírus
Creative Commons
Governo zerou impostos de importação de mais de 118 produtos usados no combate ao novo coronavírus

A Câmara de Comércio Exterior (Camex), órgão interministerial que é presidido pelo Ministério da Economia, anunciou nesta segunda-feira (18) que decidiu zerar o Imposto de Importação de mais 118 produtos ligados ao combate do novo coronavírus (Sars-Cov-2). Ao todo, a lista chega agora a 509 produtos.

Leia também: Mercado financeiro reduz projeção pela 14ª semana e vê PIB cair mais de 5%

Publicada no Diário Oficial da União nesta segunda, a medida tem validade até 30 de setembro deste ano. Segundo o Ministério da Economia, foram incluídos nos 118 novos produtos com isenção de impostos mais de 80 medicamentos utilizados no tratamento de pacientes hospitalizados e no combate direto à Covid-19.

Em rede social, o presidente Jair Bolsonaro comentou a nova lista de isenções: "O Governo Federal zera impostos sobre medicamentos em teste para Covid-19. A isenção da alíquota do Imposto de Importação versa sobre mais de 100 medicamentos, como antirretrovirais e antivirais, afim de facilitar leques de estudos no combate ao vírus".

O governo federal reforça que, além de zerar o Imposto de Importação de produtos usados no combate à  Covid-19 , também tem zerado o IPI de de itens entendidos como essenciais no combate ao vírus, além de trabalhar para liberar o despacho aduaneiro das mercadorias mais rapidamente.

Confira alguns dos produtos que tiveram IPI zerado nesta segunda:

  • Lâminas para instrumento para análise de bioquímica;
  • Lopinavir;
  • Levosimendana;
  • Ritonavir;
  • Levomepromazina;
  • Ribavirina;
  • Codeína; e
  • Módulo de controle para respirador automático, com tela de cristal líquido, bateria interna recarregável, para monitoramento de dados do paciente através de sensores e alarmes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários