Brasil Econômico

Caixa mostrou imagens da redução de filas durante a manhã e tarde desta quarta (6)
Reprodução Youtube Caixa
Caixa mostrou imagens da redução de filas durante a manhã e tarde desta quarta (6)

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou em coletiva nesta quarta-feira (6) que o banco aguarda resposta da Dataprev – empresa responsável pela aprovação e reprovação de cadastros de candidatos ao recebimento do auxílio emergencial – sobre a reformulação do status de 12 milhões de cadastros que foram considerados inconclusivos na primeira leva de solicitações.

A população que se enquadrou no "cadastro inconclusivo" mas que tenha conseguido refazer o cadastro de forma correta, terá liberado o auxílio pela Caixa em 48 horas ou dois dias úteis, segundo o presidente, assim que o lote for liberado pela Dataprev à Caixa.

Mas é preciso ter atenção, já que a liberação da Caixa não significa saque ou crédito na conta imediatos. É preciso acompanhar o calendário para saques, divulgado pelo iG semanalmente, além de seus status para saque ou movimentação nos aplicativos Caixa Auxílio Emergencial (caso tenha conta em banco) ou no Caixa Tem (caso tenha aberto a conta emergencial da Caixa).

Veja mais em:  Passo a passo: tire suas dúvidas sobre o auxílio emergencial da Caixa

Guimarães afirmou que os beneficiários têm 3 meses para movimentar o benefício recebido:

"Todos os brasileiros contemplados receberão em 3 parcelas – Se não utilizarem o valor em 90 dias, será devolvido ao governo. Ou a pessoa utiliza ou transfere para outra conta", disse, referindo-se às pessoas que recebem no auxílio na conta poupança digital emergencial da Caixa, criada por meio do aplicativo Caixa Tem.

O presidente da Caixa mostrou fotos que comprovam a diminuição de filas e aglomerações das agências nesta semana ainda no período da manhã. Foram firmadas parcerias com 500 prefeituras para organização de filas e distanciamento social na parte externa das agências. 

"Já resolvemos as aglomerações, filas que antes eram grandes estão sendo resolvidas entre meia hora e uma hora", disse Guimarães, que parabenizou os mais de 40 mil funcionários da Caixa Econômica Federal.




    Veja Também

      Mostrar mais