juros cheque especial
Marcos Santos/USP Imagens
Juros do cheque especial se mantêm abaixo do limite


Assim como em fevereiro, a taxa de juros no cheque especial se manteve em 7,2% ao mês em março. A informação foi divulgada pelo Banco Central (BC) nesta terça-feira (28).

A redução refletiu uma medida tomada pela autoridade monetária em janeiro que limitou a taxa mensal de juros do cheque especial a 8%, ante uma média de 12% aplicada anteriormente pelos bancos.

Em janeiro, primeiro mês de efetividade da nova regra, os juros já ficaram abaixo do limite, em 7,6%. Já no mês anterior à medida, em dezembro, a taxa era de 10,9% ao mês.

Leia também: Tribunal decide que bancos podem aumentar juros de empréstimos durante pandemia

A nova regra reduz o juro do cheque especial , mas permite que os bancos cobrem tarifa pelo limite disponível para clientes, mesmo que esta modalidade de crédito não seja usada.

A resolução do BC que limitou a taxa de juros só afeta o valor remuneratório para os bancos e não outras taxas como o Imposto sobre Operações Financeiras ( IOF ) e o adiantamento a depositante, que acontece quando uma instituição financeira paga um saldo que não estava previsto anteriormente para o cliente, como um estouro no limite do cheque especial.

Atualmente, a taxa básica de juros, a Selic , está em 3,75%. A Selic serve como um guia para que as instituições financeiras decidam os juros que serão cobrados em diferentes modalidades.

Leia também: Senha do Banco do Brasil passa a valer para mais de 3 mil serviços públicos

Os dados deste mês ficaram estáveis apesar dos efeitos da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) na economia, que trazem mais instabilidade e incerteza para os cenários econômicos.

Juros do rotativo

Seguindo a tendência do cheque especial, os juros do cartão de crédito na modalidade rotativa (quando o cliente não paga o valor integral da fatura até a data de vencimento) se mantiveram estáveis.

Os dois meses registraram uma taxa de 12,8% ao mês. Em janeiro, a taxa era um pouco menor, de 12,6%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários