A Petrobras anunciou, nesta quarta (8), novas regras para incentivar a aposentadoria de empregados, com expectativa de economizar R$ 7,6 bilhões até 2025. A estimativa da empresa é que haja adesão de até 3,8 mil pessoas aos programas.

Corte de jornada e salário, crédito... conheça medidas de apoio a microempresas

Segundo a Petrobras , as medidas são partes de um plano de resiliência para reduzir custos e sobreviver a um cenário de preços de petróleo baixos. Nas últimas semanas, a estatal já anunciou corte de investimentos , corte de produção , redução temporária de salários e adiamento de bônus e dividendos .

Petrobras
Reprodução
Petrobras


Entre as medidas para reduzir o quadro de pessoal, o Conselho de Administração da companhia anunciou a criação de um novo programa de incentivo à aposentadoria , que vale para empregados já em idade de se aposentar pelo INSS . Ele terá vigência até 31 de dezembro de 2023.

Você viu?

Na medida em que os empregados estejam aptos a se aposentar durante esse período, eles poderão aderir à demissão incentivada. Por isso, diz a Petrobras , o ganho no caixa não é imediato, mas sim diluído ao longo dos próximos três anos.

A empresa também fez ajustes em três outros programas:

  • PDV 2019 destinado aos aposentados pelo INSS até junho de 2020 ;
  • PDV específico para empregados lotados em ativos /unidades em processo de desinvestimento;
  • PDV exclusivo para os empregados que trabalham no segmento corporativo da empresa.

A empresa não detalhou em nota quais seriam as mudanças nos incentivos, mas diz que fará uma provisão adicional de R$ 1,29 bilhão no balanço do segundo trimestre de 2020 para custear os novos compromissos com programa ligado a aposentadoria aprovado em 2019.

Empresa iFood não é obrigada a dar apoio financeiro a entregadores

Os outros dois, afirma, são feitos em ciclos e com números menores de vagas , totalizando menores custos. Os provisionamentos serão feitos conforme as incrições ocorram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários