Ciclofaixas, que estavam sem patrocínio, são assumidas pela Uber
Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas
Ciclofaixas, que estavam sem patrocínio, são assumidas pela Uber


A Prefeitura de São Paulo fechou acordo com a Uber para a viabilização das ciclofaixas de lazer da cidade. O termo de cooperação foi fechado nesta quarta-feira (1º), de acordo com o Diário Oficial. 

A Uber foi a única empresa a manifestar interesse no processo de licitação para a parceria. Anteriormente, o patrocínio era da Bradesco Seguros , que decidiu encerrar a cooperação em agosto de 2019. Na ocasião, a Prefeitura suspendeu a operação das ciclofaixas

Leia também: Uber vai impedir motoristas de trabalharem mais de 12 horas por dia pelo app

O acordo atual com a Uber tem validade de um ano. Por enquanto, porém, o serviço está temporariamente suspenso devido à quarentena imposta pela cidade para conter a disseminação do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

O termo de cooperação envolvendo a Uber engloba os 117 km de extensão das ciclofaixas de lazer da capital paulista, divididos em nove trechos. Elas funcionam aos domingos e feriados, das 7h às 16h, e foram inauguradas em 2009.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários