Brasil Econômico

bolsa
Divulgação/HC Investimentos
Ibovespa cai mais de 10% após anúncio de pandemia do coronavírus e novo 'circuit braker'

Após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar pandemia do novo coronavírus pela primeira vez, aumentando ainda mais o alarme em relação à disseminação da doença pelo mundo, o mercado voltou a se estremecer nesta quarta-feira (11).

Leia também: OMS declara pandemia por novo coronavírus

No Brasil, pela segunda vez na semana, foi acionado o mecanismo de 'circuit breaker', isto é, a interrupção dos trabalhos, após a queda do Ibovespa , principal indicador da Bolsa brasileira, a B3, superar os 10%. A interrupção durou 30 minutos.

Às 16h15, o índice caía 10,20%, a 82.805 pontos. Na véspera, o fechamento foi a 92.214 pontos. O dólar também dispara, subindo 2,34% e atingindo R$ 4,751. As principais bolsas de valores norte-americanas e europeias também registram quedas nesta quarta atípica e que torna ainda mais alarmante a situação do coronavírus .

Em entrevista coletiva responsável pela classificação de pandemia , o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que "Estamos profundamente preocupados com os níveis alarmantes de disseminação e severidade e com os níveis alarmantes de inação. Por isso, avaliamos que o Covid-19 pode ser caracterizado como uma pandemia".

As ações da Petrobras , que tiveram a maior queda da história na segunda, também voltam a despencar e caem 12,64%, valendo R$ 15,34, refletindo, além da pandemia, o fato de a Arábia Saudita ter afirmado mais cedo que planeja expandir ainda mais a sua capacidade de produção de petróleo.

    Leia tudo sobre: bovespa

    Veja Também

      Mostrar mais