Brasil Econômico

oi
Foto: Divulgação
O processo de recuperação judicial da Oi envolve um total de R$ 65,4 bilhões em dívidas

A Telefônica Brasil, dona da Vivo, e a TIM anunciaram na noite desta terça-feira (10) que iniciaram negociações para comprar a rede móvel da operadora Oi.

Em ofício ao Congresso, Guedes pede reformas para conter crise

O comunicado foi feito pela Telefônica aos acionistas das duas companhias e ao Bank of America Merrill Lynch, assessor financeiro do Grupo Oi, que está em recuperação judicial.

Se as duas operadoras forem bem sucedidas, elas irão dividir entre si os negócios adquiridos, segundo comunicado enviado ao mercado.

Mark Zuckerberg perdeu cerca de US$ 4 bilhões com temor do coronavírus

"A transação, se concretizada, criará valor para nossos acionistas e clientes através de maior crescimento, geração de eficiências operacionais e melhorias na qualidade do serviço. Além disso, contribuirá para o desenvolvimento e competitividade do setor de telecomunicações brasileiro", diz nota enviada à imprensa.

“Temos de entender por que a economia não cresce após a reforma”, diz Maia

Em recuperação judicial desde 2016, a Oi enfrenta prejuízos e chegou a contratar assessores financeiros para avaliar a operação de telefonia móvel, segundo o jornal "Valor Econômico". O processo de recuperação judicial da Oi envolve um total de R$ 65,4 bilhões em dívidas.

    Veja Também

      Mostrar mais