Brasil Econômico

estelionato
Reprodução/Instagram
Shayene Victorio teria cometido estelionatos na empresa que tinha com o ex-marido


A ex-atleta de e-Sports Shayene Victorio , conhecida como Shay, foi condenada a 116 anos de prisão por estelionato pela primeira instância do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. A jovem de 27 anos nega as acusações e afirma que irá recorrer da decisão. 

Atualmente namorada do goleiro Jean, ex-São Paulo e atual Atlético-GO, Shayene responde por casos relatados entre 2012 e 2013. Na época, a influenciador tinha uma loja virtual de eletrônicos e eletrodomésticos com seu ex-marido, Renato Silva Savoya. De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado ( Gaeco ), o casal teria aplicado diversos estelionatos através do site. 

Leia também: Mulher é presa após aplicar golpe da OLX, que é "moda" no Mato Grosso do Sul

A loja online fazia a venda dos produtos que, depois, não eram entregues aos clientes. Segundo a acusação do Ministério Público, mais de 100 pessoas teriam sido lesadas pela empresa . Além de Shayene, Renato também teve a mesma sentença em primeira instância. Ambos devem responder em liberdade. 

A defesa

Durante o processo, Shayene disse que a loja apresentou problemas operacionais e de logística, e que eles teriam tentado avisar os clientes. Em sua conta no Instagram, a ex-jogadora profissional de CS:GO afirmou que o processo todo é um problema do seu ex-marido que acabou caindo sobre ela. 

Também através da rede social, o advogado da influencer divulgou uma nota dizendo que Shayene não corre o risco de ser presa e que ainda há vários recursos cabíveis.

    Veja Também

      Mostrar mais