O ministro da Economia , Paulo Guedes , disse nesta quarta-feira que o dólar mais alto é “bom para todo mundo”. Ele afirmou que, com o dólar mais baixo, “todo mundo” estava indo para a Disney , nos Estados Unidos , inclusive “empregada doméstica”. E recomendou que os brasileiros viajem pelo Brasil .

Mega-Sena: veja os números sorteados nesta quarta-feira

"O câmbio não está nervoso, (o câmbio) mudou. Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Todo mundo indo para a Disneylândia , empregada doméstica indo para Disneylândia, uma festa danada. Pera aí. Vai passear em Foz do Iguaçu , vai passear ali no Nordeste , está cheio de praia bonita. Vai para Cachoeiro do Itapemirim , vai conhecer onde o Roberto Carlos nasceu, vai passear o Brasil , vai conhecer o Brasil. Está cheio de coisa bonita para ver", disse o ministro, durante um evento em Brasília .

Nesta quarta-feira, o dólar bateu o quarto recorde consecutivo em relação ao real. A moeda norte-americana encerrou o dia vendida a R$ 4,3505, em alta de 0,55%. Para Guedes, o mix de juros baixos e câmbio alto é bom, porque aumenta as exportações e substitui importações, inclusive no turismo,

Paulo Guedes arrow-options
José Cruz/Agência Brasil
Paulo Guedes




Ao continuar o discurso, Guedes afirmou: "Antes que falem: 'Ministro diz que empregada doméstica estava indo para Disneylândia'. Não, o ministro está dizendo que o câmbio estava tão barato que todo mundo está indo para a Disneylândia, até as classes sociais mais…".

Reforma administrativa: ainda não há prazo para envio ao Congresso, afirma Onyx


Na sequência, o ministro da Economia recomendou outros pontos turísticos do Brasil: " Todo mundo tem que ir para a Disneylândia conhecer um dia, mas não três, quatro vezes por ano. Porque com dólar a R$ 1,80 tinha gente indo quatro vezes por ano. Vai três vezes para Foz do Iguaçu , Chapada Diamantina , conhece um pouquinho do Brasil , vai ver a selva amazônica. E na quarta vez você vai para a Disneylândia, em vez de ir quatro vezes ao ano".

    Veja Também

      Mostrar mais