Brasil Econômico

De 9 a 12 de fevereiro, Doria participa de reuniões, seminários e visitas técnicas nas cidades de Abu Dhabi e Dubai
Governo de São Paulo/ Gilberto Marques
De 9 a 12 de fevereiro, Doria participa de reuniões, seminários e visitas técnicas nas cidades de Abu Dhabi e Dubai

Em busca de novos investimentos, o governador João Doria embarcou, nesta sexta-feira (7), para os Emirados Árabes Unidos. O gestor também vai inaugurar o segundo escritório comercial de São Paulo fora do Brasil. De 9 a 12 de fevereiro, Doria participa de reuniões, seminários e visitas técnicas nas cidades de Abu Dhabi e Dubai. Um grupo de empresários com negócios em São Paulo também participa da Missão Emirados.

Doria diz que fala de Bolsonaro sobre ICMS de combustíveis é 'populista'

“Alguns dos maiores fundos soberanos do mundo estão localizados em Dubai e Abu Dhabi. A Missão Emirados é uma operação toda financiada pelo setor privado. É um trabalho conjunto com a participação de 47 empresários e cinco Secretários de Estado”, disse o governador.

O governo divulgou que os trabalhos têm início no domingo (9), em Abu Dhabi, com a apresentação de projetos prioritários de São Paulo para empresários árabes, executivos de fundos de investimento da Adia (Abu Dhabi Investment Authority) e Mubadala Investment Company, além de autoridades como o Príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Mohammed Bin Zayed Al Nahyan; e o Ministro de Estado dos Emirados Árabes, Ahmed Ali Al Sayegh.

Doria diz esperar 'tratamento republicano' de Bolsonaro

Já na segunda-feira (10), Doria abre o evento “Dubai Sugar Conference”,  a conferência chega à quinta edição como o evento mundial mais importante da indústria do açúcar e reúne especialistas para o intercâmbio de ideias, perspectivas, oportunidades e novas conexões.

A inauguração do segundo escritório também será na segunda, em Dubai.   O primeiro foi lançado em agosto de 2019, em Xangai, centro financeiro e maior cidade da China. Os escritórios comerciais visam estreitar relações comerciais e facilitar o intercâmbio de produtos entre as regiões.

Ainda na segunda, Doria inaugura, em Dubai, o segundo escritório comercial de São Paulo no exterior
Divulgação/ MSC Cruzeiros
Ainda na segunda, Doria inaugura, em Dubai, o segundo escritório comercial de São Paulo no exterior

Ainda como parte da programação para atrair investimentos ao Brasil, na terça (11), Doria apresenta o seminário “Doing Business in São Paulo” (Fazendo negócios em São Paulo) para uma plateia formada para autoridades estrangeiras, empresários, jornalistas e convidados. O objetivo é alcançar o maior número possível de parcerias e grupos internacionais interessados no plano de desestatização do governo.

Doria, Huck ou Ciro? Maia defende nome único do centro para eleições de 2022

“Nossa agenda em busca de parceiros estrangeiros. No ano passado foi acertada e muito exitosa, São Paulo comemorou o dobro do PIB do Brasil em 2019”, afirmou o Secretário de Relações Internacionais Julio Serson.

De acordo com dados da Fundação Seade, o PIB de São Paulo cresceu 2,6% em 2019, mais que o dobro do registrado na economia brasileira, estimado em 1,2%.

Comitiva

Doria será acompanhado pelos Secretários Julio Serson (Relações Internacionais), Henrique Meirelles (Fazenda e Planejamento), Gustavo Junqueira (Agricultura e Abastecimento), Patricia Ellen (Desenvolvimento Econômico) e João Octaviano (Logística e Transportes). Também fazem parte da comitiva o Presidente da InvestSP Wilson Mello; a Coordenadora de imprensa Letícia Bragaglia; a Coordenadora de mídia Carolina Goes; a Coordenadora de missões e eventos internacionais Sabrina Bruniera; e o Ajudante de ordens João Paulo Mandese.

A Missão Emirados reúne 47 empresários. Entre eles estão: Cesar Ming (Itaú BBA), Evandro Gussi (Única), Hagop Guerekmezian (Karina Plásticos), José Veloso (Abimaq), Karen Jones (Apex), Lorival Luz (BRF), Priscila Belmonte (Colormaq), Otávio Cançado (JBS), Stephane Perard (Emirates) e Tayguara Helou (Braspress).

“É sabido que nos Emirados Árabes estão alguns dos maiores fundos de investimento do mundo e São Paulo reúne excelentes oportunidades, muitas já presentes no plano de desestatização do Governo der São Paulo. A região é importadora de produtos brasileiros e reunimos empresários e representantes do setor privado para intensificar ainda mais essa relação comercial”, afirma Wilson Mello.

    Veja Também

      Mostrar mais