Brasil Econômico

IBM
Asa Mathat/Fortune MPW
Ginni Rometty deixa a liderança da IBM


A CEO da IBM, Ginni Rometty , deixará seu cargo em abril, divulgou a empresa nesta quinta-feira (30). Quem assumirá o comando da empresa é Arvind Krishna , atual vice presidente da divisão de nuvem e software cognitivo da companhia. Ginni permanecerá na IBM como presidente do conselho.

Além de Krishna como CEO, a empresa anunciou também que Jim Whitehurst , atual CEO da Red Hat , fará parte da presidência da IBM . A Red Hat é uma empresa de software que foi comprada pela IBM em 2018 por US$34 bilhões, maior aquisição da história da companhia.

Dois líderes

Ginni deixa o cargo depois de oito anos no comando da gigante de tecnologia. Quando assumiu, em 2012, ela foi a primeira mulher a ser líder da IBM . “Arvind é o presidente executivo correto para próxima era da IBM”, disse ela em um comunicado. Mas, além de Krishna, Ginni deixa também Whitehurst, quase que em um comando duplo.

Leia também: Com tecnologia IBM, Brasil tem primeiro bebê registrado por Blockchain; entenda como funciona

A CEO acrescentou que, ao escolher ambos, o conselho focou em uma equipe técnica e de negócios, capaz de liderar a empresa no futuro. Para ela, esta é a era da nuvem e da cognição .

Ray Wang, fundador da Constellation Research , disse em entrevista ao TechCrunch que o modelo de dois comandantes da IBM é uma boa ideia. “Para entender verdadeiramente a IBM, você precisa vir de dentro [como Krishna], mas para inovar de verdade precisa de alguém de fora [como Whitehurst], e esse modelo de CEO-presidente está ajudando”, afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários