Brasil Econômico

atendimento Caixa
Gabriel Guedes/Brasil Econômico
Primeiro dia de saques do FGTS tem movimentação tranquila em agência da Caixa na Praça da Sé, em São Paulo

Trabalhadores que tenham saldo no FGTS  e nasceram no mês de  janeiro têm até esta sexta-feira (31) para fazer a adesão ao saque-aniversário do FGTS, se quiserem fazer essa retirada ainda em 2020. 

O prazo para aderir a essa modalidade de saque do FGTS vai sempre até o último dia do mês de aniversário do trabalhador. Criado em 2019, o saque-aniversário permite que o trabalhador saque uma parcela do saldo do FGTS todo ano.

Saque-aniversário do FGTS deve criar mercado bilionário de consignado; entenda

 Em contrapartida, ele passará dois anos sem ter direito a retirar o dinheiro em caso de demissão sem justa causa , o chamado saque-rescisão. Após esse mesmo período ele poderá mudar a modalidade de saque. 

No caso do saque-aniversário, os demais direitos  referentes ao  FGTS ficam inalterados, como saque em caso de doença grave, aposentadoria e compra da casa própria.

multa de 40%  do saldo nas demissões sem justa causa também serão pagas, mas o trabalhador só terá acesso ao valor no próximo mês do aniversário.

O valor do saque varia de acordo com o saldo do FGTS . Quem tem menos de R$ 500 pode sacar 50% do valor. A partir de R$ 500, existe uma tabelaque inclui uma porcentagem do total somada a uma parcela adicional. Veja:



O saque-aniversário está disponível aos trabalhadores desde outubro do ano passado, mas segundo dados da Caixa apenas 2% deles  tinham aderido à nova modalidade até o último dia 15. 

Como aderir

Os interessados em optar pelo saque-aniversário podem acessar o site ou o aplicativo do FGTS , disponível para Android e iOS.

Caixa teve lucro recorde em 2019, diz presidente do banco

 As ferramentas permitem simular o valor que será recebedido e só aceitam a mudança após o trabalhador aceitar os termos de adesão.

As retiradas em 2020 seguem um calendário específico. Confira:




    Veja Também

      Mostrar mais