Morte de gari ocorreu na altura do número 137 da rua
Google Street View
Morte de gari ocorreu na altura do número 137 da rua

O Procon de São Paulo, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, notificou na segunda-feira (6), a distribuidora de energia elétrica Enel a prestar esclarecimentos. O órgão terá de explicar sobre o acidente que ocorreu na zona oeste de São Paulo no último domingo (5), em que um homem morreu após receber uma descarga elétrica ao subir numa árvore.

A Enel deverá informar o que motivou o acidente, demonstrar quais as providências tomadas para prestar assistência à família da vítima e quais medidas têm adotado a fim de prevenir acidentes com a rede elétrica - na capital e na região do acidente.

A empresa deverá ainda apresentar os laudos técnicos que comprovem a manutenção da rede no que se refere às normas de segurança; os documentos que demonstram o plano de ação para manutenção da rede elétrica durante o período de chuvas, o plano de emergência e medidas de segurança em caso de intercorrências.

A empresa tem sete dias para responder. A notificação visa resguardar os direitos dos consumidores e garantir que não sejam prejudicados.

A empresa divulgou nota na qual "lamenta o ocorrido e informa que os padrões da rede elétrica estão de acordo com as normas técnicas e de segurança".

Você viu?

A Enel informou ainda no comunicado que "reforça a importância de manter distância da rede elétrica, não tocar em fios caídos nas ruas e jamais subir em postes, torres de transmissão ou árvores próximas à rede elétrica".

Entenda:

Um homem de 52 anos identificado como Mário Galdino Pereira  foi encontrado no topo de uma árvore da Rua Domingos Rodrigues, no bairro da Lapa, em São Paulo, na manhã do domingo (5).

Ele seria um gari e teria morrido eletrocutado enquanto trabalhava. O Corpo de Bombeiros foi chamado ao local, mas detectou a morte do homem ainda na árvore. 

O caso foi registrado como morte suspeita, que ocorreu de forma acidental, e está sob jurisdição do 91º Departamento de Polícia da capital.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários