Tamanho do texto

Conheça os 20 municípios que mais perderam vagas de emprego formal no Brasil de janeiro a setembro; número 1 do ranking está no Rio de Janeiro

carteira de trabalho arrow-options
MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL
Saldo do Caged envolve as vagas com carteira assinada que foram abertas e fechadas entre janeiro e setembro deste ano

Quem está em busca de recolocação, muitas vezes, pode até a mudar de cidade para abraçar uma oportunidade.

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do MInistério da Economia, de janeiro a setembro deste ano, as cidades que mais geraram vagas com carteira de trabalho foram São Paulo (79.744), Belo Horizonte (20.936), Curitiba (19.697) e Brasília (19.063).

Saldo de empregos formais no Brasil foi de 157 mil novas vagas em setembro

Por outro lado, algumas cidades tiveram um saldo negativo nos últimos nove meses deste ano no que se refere a vagas de empregos com carteira assinada, segundo o Caged. Isso significa, que neste período, elas tiveram mais demissões do que admissões.

De 10 empresas que abriram em 2012, pelo menos 6 já fecharam as portas

A cidade com o pior saldo de emprego formal, é Nova Iguaçu , no Rio de Janeiro, com um saldo negativo de 3.287 empregos formais. Confirma abaixo, a lista dos 20 municípios com os piores saldos de vagas com carteira assinada do país, entre janeiro e setembro de 2019, segundo o Caged.




Loading...