Tamanho do texto

Barril de petróleo no mercado externo tem valorização maior do que 10%

dólar arrow-options
Agência Brasil
Valorização do dólar comercial faz moeda americana abrir a semana valendo R$ 4,09

O cenário externo conturbado voltou a pressionar a cotação do dólar comercial nesta segunda-feira (16). A moeda americana opera com valorização de 0,17%, valendo R$ 4,095.

No último fim de semana, ataques com drones foram feitos contra as instalações da maior petroleira do mundo , a Saudi Aramco, na Arábia Saudita . A autoria é reivindicada pelos rebeldes houthis. Riad e Washigton, porém, acusam o Irã de ter feito o ataque.

O ataque levou temor ao mercado, uma vez que cria-se um ambiente de instabilidade geopolítica. A estimativa dos analistas é de que o ataque à Aramco deve gerar uma perda de produção de 5,7 milhões de barris por dia, o que representa aproximadamente 5% da produção mundial.

Diante deste cenário, o preço do petróleo dispara no mercado internacional. O barril do tipo Brent é negociado com alta de 10,59%, a US$ 66,60.

No exterior, as Bolsas registram variações negativas. Na Ásia, as quedas também foram influenciadas pelo ataque às instalações sauditas, porém, foram mitigados com as recentes conversas a respeito da guerra comercial entre Pequim e Washington. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 0,4%.

Leia também: Coisa de investidor? Criptomoedas se consolidam e ampliam modelo de negócio

Na Europa, os principais índices caem após uma semana anterior de ganhos. O CAC 40 (Paris) registra recuo de 0,4%; em Londres, o FTSE 100 opera com queda de 0,19%. O DAX, de Frankfurt, tem variação negativa de 0,55%.