Tamanho do texto

Limite de crédito sobe de R$ 30 mil para R$ 100 mil e prazo de pagamento dobra, de dois e meio para cinco anos. Saiba mais detalhes


crédito empréstimo arrow-options
iStock
Novas condições do BNDES para emprestar dinheiro para caminhoneiros ficam mais atraentes para atrair mais interessados

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) melhora as condições da linha de crédito voltada para financiamentos de custos de manutenção dos veículos dos caminhoneiros, anunciada em abril, mas com apenas um empréstimo aprovado.

LEIA MAIS: Medidas para atender caminhoneiros ainda não deslancharam

Criada para evitar paralizações de caminhoneiros semelhantes às que ocorreram em maio de 2018, a linha de crédito do BNDES agora passa a ter melhores condições. O limite do valor emprestado pelo banco subiu de R$ 30 mil para R$ 100 mil e o prazo de pagamento passou de dois anos e meio para cinco anos, com até 12 meses de carência. 

Outro avanço é que os créditos também poderão ser utilizados para custear investimentos ligados a documentos fiscais emitidos até 180 dias antes da data de pedido de empréstimo. Vale lembrar que as operações são indiretas, já que são repassadas a bancos que trabalham com o BNDES.

LEIA MAIS: Diante da possibilidade de greve, BNDES prepara linha para transporte de carga

A linha de crédito do BNDES foi anunciada em abril e entrou em vigor em 27 de maio, mas se mostrou pouco atraente, daí as novas medidas na tentativa para facilitar o acesso aos recursos financeiros e conseguir mais interessados, que podem fazer seus pedidos até 26 de maio de 2020.