Tamanho do texto

Áudios e postagens nas redes sociais falavam sobre a suposta inauguração de unidade do Sine-RJ e que estariam disponíveis cerca de 1.500 vagas

Desde a madrugada desta sexta-feira (16), dezenas de pessoas formaram uma grande fila no Centro de Niterói, atraídas por um falso anúncio de empregos que circulava na internet. A situação é reflexo do resultado da Pnad Contínua, divulgada pelo IBGE no fim de julho, que mostra que no segundo trimestre do ano, o desemprego caiu para 12% , mas ainda atinge 12,8 milhões de brasileiros.

carteira de trabalho arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Mesmo após a confirmação que não teria nenhuma inauguração do Sine em Niterói

De acordo com o site do G1, áudios do WhatsApp circulavam em diversas redes sociais nesta semana afirmando que uma inauguração de uma suposta sede do Sistema Nacional de Empregos (Sine-RJ), na Avenida Feliciano Sodré, no Centro de Niterói aconteceria nesta sexta-feira e convocava a população que estava em busca de um emprego.

"Quem estiver desempregado na sua família, manda para o Sine Niterói, a inauguração vai ser sexta-feira, dia 16, na rua da rodoviária, oito da manhã. Eu não vou 'tá' lá. Eu trabalho na matriz, eu trabalho na sede, lá no Rio. Manda a galera para cá porque tem muito emprego, muito emprego. Manda todo mundo para cá. Sexta-feira, dia 16 de agosto, levar todos os documentos. Eu não vou 'tá' lá, mas vai ter muita vaga de emprego, manda a galera toda para lá", dizia um dos áudios.

Em paralelo, postagens do Facebook também reforçava o golpe , afirmando que estariam disponíveis cerca de 1.500 vagas na "nova unidade" do Sine-RJ. A fila de pessoas que vieram para se candidatar continuava crescendo na manhã desta sexta, embora a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais tenha afirmado tratar-se de uma informação falsa.

Leia também: Nascidos em agosto já podem sacar abono salarial a partir desta quinta-feira

“Nós não temos neste presente momento nenhum Sine sendo inaugurado [em Niterói]”, afirmou Ana Asti, subsecretária de Emprego e Renda, em entrevista ao Bom Dia Rio.