Tamanho do texto

Em agosto, a energia elétrica fica mais cara e para não ultrapassar o orçamento familiar, aprenda como fazer um consumo consciente

A conta de luz vai ficar mais cara neste mês. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a bandeira tarifária deixa de ser amarela, como foi em julho, e passa para vermelha no mês de agosto , o que significa que a cada 100 quilowatts-hora consumidos, haverá uma cobrança extra de R$ 4.

chuveiro ligado arrow-options
shutterstock
Reduzir o tempo do banho pela metade já ajuda a diminuir a energia e faz diferença na conta de luz, segundo a Light

De acordo com a agência, a medida foi tomada porque há uma previsão de aumento no acionamento das usinas termelétricas, que têm custo de geração de energia mais alto. Também pesou na decisão, a diminuição do volume de chuvas, com a chegada da estação seca.

"Agosto é um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional. A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios", disse a Aneel.

Sendo assim, quem quiser evitar um susto na hora de pagar a conta, é melhor adotar hábitos para economizar energia desde já. Uma boa maneira para evitar que o orçamento familiar passe do previsto, segundo a Light, é dar mais atenção aos aparelhos classificados como “vilões” do consumo. Ou seja, controlar os gastos do ar condicionado, chuveiro, geladeira, iluminação e computador.

Com o clima mais frio dessa época do ano, o tempo do banho costuma aumentar, e a temperatura também. Mas usar o chuveiro elétrico de maneira consciente, ou seja, sempre que possível em uma temperatura mais fria e reduzir a permanência embaixo da água pela metade, a economia pode ser de até 20%, garante a Light.

Trocar a iluminação da casa por lâmpadas de led também é outra atitude que faz toda a diferença no bolso do consumidor. Apesar de ter um custo maior, o led já foi mais caro. Além disso, esse tipo de lâmpada consome 1/3 da mesma energia de uma lâmpada comum, o que compensa o investimento gasto para fazer a troca.

Outra dica valiosa é retirar da tomada os aparelhos eletrônicos que não estão em uso. Parece uma bobagem, mas só de estarem em sand by, esses objetos conseguem ser responsáveis por 10% de toda energia consumida na casa.

Reduzindo a conta de luz

Ferro de passar roupa arrow-options
shutterstock
A conta de luz também pode ficar mais barata se você esperar acumular várias roupas para passar de uma só vez

Confira mais dicas simples de como economizar energia elaboradas pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) que prometem diminuir seus gastos, sem diminuir a qualidade do serviço e a segurança da sua família.

GELADEIRA E FREEZER

  • Evite abrir a porta da geladeira por tempo prolongado;
  • Deixe espaço entre os alimentos e guarde-os de forma que você possa encontrá-los facilmente;
  • Faça o descongelamento do freezer periodicamente, conforme as instruções do manual;
  • Quando você se ausentar de casa por tempo prolongado, esvazie o freezer e a geladeira e deixe-os desligados.

CHUVEIRO E AQUECEDOR

  • Só ligue o chuveiro quando estiver pronto para o banho, feche a torneira enquanto estiver se ensaboando e seja breve. Tente tomar banho em cinco minutos; 
  • Quando o tempo não estiver frio, use o chuveiro com a chave na posição verão (morno); o consumo é 30% menor do que na posição inverno; 
  • Se seu imóvel tiver aquecedor central, escolha um boiler com capacidade adequada às suas necessidades; prefira modelos que disponham de tanque com melhor isolamento e controle de temperatura; 
  • Regule o aquecedor periodicamente e, ao usá-lo, ajuste o termostato de acordo com a temperatura ambiente.

 ILUMINAÇÃO

lâmpadas arrow-options
Reprodução
Você precisa mesmo acender as luzes o tempo todo? Que tal deixar a luz natural entrar e aproveitá-la em casa?


  •  Use lâmpadas de led nas dependências onde a luz fica acesa por mais tempo, como cozinha, copa e sala; não se esqueça de descartá-las e entregar as lâmpadas queimadas nos locais de venda; 
  • Aproveite a luz do sol para realizar tarefas dentro de casa, evitando acender lâmpadas durante o dia; 
  • Mantenha desligados os aparelhos elétricos que não estiverem sendo usados e as lâmpadas nos ambientes onde não há ninguém;
  • Uma boa dica para quem vai pintar a casa é usar cores claras nos tetos e paredes - elas refletem melhor a luz, reduzindo a necessidade de luz artificial; 
  • Periodicamente, faça a manutenção das instalações elétricas já que fios mal encapados e mal isolados causam fuga de corrente. 

MÁQUINAS DE LAVAR E FERRO ELÉTRICO

  • Ao usar máquinas de lavar louças e roupas, ligue-as somente com toda a sua capacidade preenchida;
  • Habitue-se a juntar a maior quantidade possível de roupas para passá-las de uma só vez;
  • Se o ferro for automático, regule sua temperatura;
  • Passe primeiro as roupas delicadas, que precisam de menos calor; no final, depois de desligá-lo, você ainda poderá aproveitar o calor para passar algumas roupas leves.

 TELEVISÃO

  • Quando ninguém estiver assistindo, desligue o aparelho;
  • Não durma com a televisão ligada;
  • Se necessário, uma opção é recorrer ao timer (temporizador) para que o aparelho desligue automaticamente.

AR CONDICIONADO 

  • Na hora da compra, escolha um modelo adequado ao tamanho do ambiente em que será utilizado
  • Prefira os aparelhos com controle automático de temperatura;
  • Na instalação, procure proteger a parte externa da incidência do sol (mas sem bloquear as grades de ventilação); 
  • Quando o aparelho estiver funcionando, mantenha as janelas e as portas fechadas;
  • Desligue-o quando o ambiente estiver desocupado;
  • Evite o frio excessivo regulando o termostato; 
  • Mantenha limpos os filtros do aparelho, para não prejudicar a circulação do ar.

A Aneel indica que os consumidores calculem e conheçam o consumo de seus aparelhos, para conseguir combater o desperdício de energia e, consequentemente, reduzir a conta de luz . Pensando nisso, a agência disponibiliza uma lista com o consumo médio dos aparelhos , para que cada um possa fazer, cada vez mais, um consumo consciente de energia elétrica.