Tamanho do texto

Legisladores pedem tempo para que autoridades investiguem o processo de criação da moeda digital e seus impactos no mercado financeiro

IstoÉ Dinheiro

O Congresso dos Estados Unidos pediu ao Facebook que suspenda o  desenvolvimento da Libra para que as autoridades tenham tempo para investigar o processo de criação da moeda digital e seus impactos no mercado financeiro. Em carta à rede social de Mark Zuckerberg, os legisladores pedem que o projeto “cesse imediatamente os planos de implementação”.

Libra, a criptomoeda do Facebook
Divulgação
Facebook terá que cessar "imediatamente" os planos de implementação da moeda digital, segundo as autoridades

A Libra foi apresentada no último dia 17 e é desenvolvida pelo Facebook em parceria com gigantes do setor de tecnologia e finanças, como Visa, Lyft, Uber. Apesar de a rede social estar à frente do projeto, a criptomoeda será gerida pela Libra Association, reunindo outros responsáveis, com sede em Genebra. A moeda poderá ser usada em transações financeiras pelo Facebook, WhatsApp e Instagram. A previsão é lançar o produto até o primeiro semestre de 2020.

“Como o Facebook já está nas mãos de mais de um quarto da população mundial, é imperativo que o Facebook e seus parceiros imediatamente cessem os planos de implementação até que os reguladores e o Congresso tenham a oportunidade de examinar essas questões e agir”, afirma um trecho do comunicado.

O Congresso afirma que serão realizadas audiências públicas e estudos para avaliar os impactos que a moeda virtual pode causar, com previsão de iniciar os trabalhos no próximo dia 17. De acordo com os legisladores, a falta de informações sobre a Libra expõe o sistema financeiro a riscos. Os políticos ainda citaram episódios de vazamento de dados de usuários da rede social como algo preocupante.

Leia também: Libra x bitcoin: confira as principais diferenças entre as duas criptomoedas

“Se produtos e serviços como esses forem deixados indevidamente regulados e sem supervisão suficiente, eles podem representar riscos sistêmicos que colocam em risco a estabilidade financeira dos EUA e do mundo”.

A Libra já foi alvo de suspeitas e pedidos de regulamentação por outras autoridades e entidades do sistema financeiro. No fim do mês passado, o Banco de Compensações Internacionais (BIS, na sigla em inglês) afirmou que o novo produto pode gerar instabilidade ao mercado global. Autoridades da Europa e dos EUA também se manifestaram pela regulamentação da moeda virtual .

    Leia tudo sobre: Facebook