Tamanho do texto

Ministro da Casa Civil disse que relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) deve ser lido na terça-feira; cronograma estimado por líderes na Câmara, porém, prevê que texto será votado apenas no início de julho

Onyx
Alan Santos/PR - 30.4.19
Onyx acredita que o texto será "equilibrado" e acrescenta que, "se Deus quiser", será aprovado na Câmara em junho

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni , disse que o relatório de Samuel Moreira (PSDB-SP) da reforma da Previdência deve ser lido na próxima terça-feira. Ele acredita que o texto seja "equilibrado" e acrescenta que, "se Deus quiser", será aprovado na Câmara em junho.

"O deputado Samuel Moreira vem construindo um relatório equilibrado, pelas informações que temos recebido. A grande preocupação é que exista uma boa potência fiscal. Nós sabemos desde o início que a Câmara tem uma série de questões , assim como o Senado, que está acompanhando através de uma comissão criada pelo presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP)", afirmou Onyx .

O cronograma estimado por líderes partidários favoráveis à reforma e pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é de que a Previdência seja votada no começo de julho. Isso se o governo já puder garantir, porém, que tem votos o suficiente para colocar a proposta em pauta.

"Seguramente vamos ter no relatório potência fiscal com o atendimento das demandas do parlamento, o que é normal, para que a gente possa, se Deus quiser, ainda no mês de junho, aprovar na Câmara dos Deputados a nova Previdência", acrescentou Onyx .