A cervejaria Rio Carioca é conhecida por pegar assuntos cotidianos e usar em suas peças de publicidade – uma tentativa de ter mais engajamento e chance de  viralizar nas redes sociais. Mas, o que aconteceu com uma peça publicitária da marca este ano mostrou o que poucos acreditam: o jornal impresso ainda é uma estratégia para viralizar conteúdo.

Os jornais complementam o digital e ajudam na performance da campanha
Daniel Castelo Branco/Agência O Dia
Os jornais complementam o digital e ajudam na performance da campanha


Na época da polêmica em que o  ordem de comemoração do golpe militar de 1964 aos quartéis, a cervejaria, junto com a agência Onzevinteum, criou uma propaganda que dizia: “Se for para comemorar o golpe de 64, por favor, não compre Rio Carioca”. A peça foi publicada no Facebook da marca e teve 12 mil curtidas. No dia seguinte, a mesma peça foi veiculada no jornal O Dia e as pessoas começaram a fotografar e colocar nas redes sociais .

Peça publicitária da cervejaria Rio Carioca que diz
Divulgação

Peça publicitária da cervejaria Rio Carioca veiculada no jornal O Dia

O resultado foi surpreendente: em 24 horas, as fotos do anúncio postadas nas redes sociais pelos leitores do jornal estavam com mais de meio milhão de interações. O impacto disso foi sentido no estoque da cervejaria: em 48 horas foi vendida uma quantidade esperada para 90 dias.

“O jornal é um veículo que traz credibilidade às marcas. O post da cervejaria Rio Carioca ganhou muito mais peso e notoriedade quando virou um anúncio no jornal O Dia. As pessoas viram que era algo crível, publicado no jornal, e começaram a compartilhar. O impresso complementa e chancela o online”, explica André Valle, diretor de publicidade do Jornal O Dia.

Além disso, o jornal é um meio de comunicação de massa, que atinge uma quantidade de pessoas muito maior do que postagens em páginas específicas das redes sociais. Por isso, ainda é um canal importante para empresas que desejam fazer seu conteúdo ser visto e até viralizado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários