Tamanho do texto

Novo canal de notícias poderá reproduzir conteúdos da CNN International e estará disponível na TV a cabo e nas plataformas digitais em tempo integral

A CNN Brasil já definiu o nome do seu vice-presidente de conteúdo. Américo Martins foi convidado pelo CEO Douglas Tavolaro e Rubens Menin, presidente do conselho, para fazer parte do time.

Leia também: Empresário e ex-chefão da Record se unem para fundar a CNN Brasil

CNN Brasil vai estrear em 2019
Divulgação
CNN Brasil vai estrear em 2019

Américo ocupou a superintendência de Jornalismo e Esportes da Rede TV! e, depois, quase na sequência, a presidência da EBC. Passou também pelas redações da Folha e Jornal do Brasil. Em duas ocasiões, uma antes e outra mais recentemente, foi chamado para posições de comando na BBC de Londres, como a direção de Parcerias Globais e a própria Redação. E agora chega para trabalhar na CNN Brasil .

“Ajudar a lançar a CNN Brasil é um privilégio para qualquer jornalista”, destaca Américo . “Trata-se de uma das marcas mais importantes e com maior credibilidade no jornalismo mundial. Esse projeto é muito importante para a renovação da imprensa no Brasil  e é um orgulho participar desse desafio”, completa.

Leia também: CNN Brasil tem safra de ex-jornalistas da Globo à sua disposição

De acordo com Tavolaro, a chegada do executivo será de fundamental importância nesta fase de implantação do canal: “A experiência jornalística do Américo Martins contribuirá com a dimensão do nosso projeto e com os desafios que temos pela frente. É um profissional  talentoso, com grande conhecimento e alinhado com a linguagem que vamos adotar na
CNN Brasil”.

Américo Martins chega para ser o vice-presidente de conteúdo da CNN Brasil
Arquivo pessoal
Américo Martins chega para ser o vice-presidente de conteúdo da CNN Brasil

Com acesso a certas propriedades do grupo, como o conteúdo produzido e transmitido pela CNN International, a CNN Brasil funcionará basicamente como a GloboNews, por exemplo, e estará disponível para assinantes de TV a cabo em tempo integral. O canal brasileiro também estará presente nas plataformas digitais. 

Rubens Menin será presidente do Conselho de Administração da CNN Brasil, enquanto Douglas Tavolaro será o presidente-executivo. Nos próximos meses, segundo divulgado por Menin em seu perfil no Twitter, serão desenvolvidas diversas atividades para preparar a infraestrutura, identidade de marca e conteúdo e recrutamento de jornalistas e equipe de produção.

Leia também: Dez jornalistas que deixaram a Globo em 2018

Na publicação, o grupo responsável pela operação da CNN Brasil ainda informou que o canal será lançado nacionalmente com agências de notícias em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Brasília, além de correspondentes no exterior. A CNN International e a CNN en Español seguem disponíveis no País, mas não fazem parte do acordo de licenciamento.

Em nota, o vice-presidente de vendas de conteúdo e parcerias da CNNIC, Greg Beitchman, disse que o Brasil é um "país empolgante" para continuar a expansão da marca com a CNN Brasil .  "Este anúncio é parte de uma estratégia global para trabalhar com parceiros que pensam da mesma maneira e que enxergam uma clara oportunidade para produtos e serviços de notícias locais da marca CNN", completou.