undefined
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Além de Marina Silva, outros candidatos participam do evento que aconteceu em Brasília

A candidata à Presidência da República Marina Silva (Rede) participou do evento "O Futuro do Brasil na Visão dos Presidenciáveis 2018" nessa segunda-feira (6), em que discutiu a pauta econômica e expôs suas propostas para a retomada do crescimento econômico do País. 

Leia também: Dinamismo econômico se retoma com intervenção do Estado, diz economista do Psol

O encontro funcionou da seguinte forma: a candidata Marina Silva fez uma apresentação inicial e depois respondeu perguntas aos integrantes do grupo de empresários presente. O público focou especialmente no papel do setor da construção civil para a recuperação do crescimento econômico.

Também participaram do evento os presidenciáveis Geraldo Alckmin (PSDB), Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT) e Henrique Meireles (MDB). Confira abaixo como foi o debate com Marina Silva.

Candidata diz que crescimento econômico virá com mais infraestrutura

undefined
Reprodução
Marina Silva defendeu que o crescimento econômico virá apenas com mais investimentos de infraestrutura

A agenda econômica de Marina Silva  em torno da construção civil prevê a ampliação dos recursos para a infraestrutura. Como exemplo, ela citou o programa "Minha Casa, Minha Vida" para cobrir o deficit de moradias e “combater os guetos de pobreza com moradias sustentáveis, em bairros com infraestrutura”.

Além disso, ela defendeu que a universalização do saneamento básico será uma das principais metas de seu governo.  Marina Silva acredita que essa seja é uma medida essencial não só para a qualidade de vida da sociedade, mas também para o meio ambiente e as atividades econômicas que dependem de água limpa, tais como agricultura e turismo.

Sempre pautada na sustentabilidade, a presidenciável destacou que, se eleita, a União irá investir em energia renovável, obras de drenagem, mobilidade urbana e geração de energia para movimentar a economia nacional.

Em relação à burocracia desses processos, ela disse que a solução é aperfeiçoar o licenciamento ambiental para que as obras ganhem agilidade sem comprometer a qualidade dos projetos.

A candidata da Rede ainda pontuou que, para destravar a economia, é preciso diversificar a competitividade no setor de crédito, como, por exemplo, a entrada das Fintechs (empresas de tecnologia no setor financeiro) no mercado.

Marina ressaltou a importância do cadastro positivo que tramita no Congresso Nacional para auxiliar na retomada do crescimento econômico. O projeto, se aprovado, reunirá uma lista de bons pagadores que poderá ser consultada por instituições financeiras e comerciantes que oferecem empréstimo ou financiamento. Atualmente, faltam serem votados 10 destaques ao projeto.

Evento para discutir pauta econômica de presidenciáveis

undefined
Nelson Jr./TSE
Pariciparam do evento: Marina Silva, Geraldo Alckmin , Álvaro Dias, Ciro Gomes e Henrique Meireles

De acordo com a Coalizão pela Construção – entidade responsável por organizar o evento de ontem, que reuniu 26 entidades representativas da indústria da construção – foram convidados apenas os candidatos mais bem colocados nas pesquisas de intenção de voto.

Sobre a ausência do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, a organização afirmou que ele "alegou problemas de agenda". Já em relação a Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a presença do presidenciável é impossibilitada pela prisão na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

Em contrapartida, a Coalizão pela Construção declarou que o candidato Henrique Meirelles foi convidado para o encontro, mesmo não sendo um dos mais bem colocados nas pesquisas, por causa da "representatividade do partido". 

Para saber mais sobre a candidata Marina Silva e os outros presidenciáveis, continue acompanhando as informações do portal iG .

*Com informações da Agência Brasil

    Veja Também

      Mostrar mais