undefined
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Além de Geraldo Alckmin, outros candidatos participam do evento que aconteceu em Brasília

O candidato Geraldo Alckmin participou do evento "O Futuro do Brasil na Visão dos Presidenciáveis 2018" nesta segunda-feira (6), em que destacou suas propostas para a pasta econômica e debateu a retomada do crescimento econômico do País.

Leia também: Dinamismo econômico se retoma com intervenção do Estado, diz economista do Psol

O encontro promovido ontem funcionou da seguinte forma: Geraldo Alckmin fez uma apresentação inicial e depois respondeu a perguntas feitas pelos integrantes do grupo de empresários participante. O público focou nas propostas para o setor da construção civil e o papel da área para a recuperação do crescimento econômico.

Participaram ainda do evento os presidenciáveis Marina Silva (Rede), Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT) e Henrique Meireles (MDB). Confira abaixo como foi o debate com Geraldo Alckmin (PSDB).

Geraldo Alckmin diz que crescimento vem com retomada de obras paralisadas

undefined
Du Amorim / A2img
Geraldo Alckmin disse que ainda não sabe se privatizará os bancos públicos, se eleito

Alckmin explicou que, se eleito, o papel da construção civil no crescimento do País será iniciado pela retomada das obras paralisadas , como a ferrovia Transnordestina.

O ex-governador do estado de São Paulo defendeu ser necessário terminar essa e outras obras o mais rápido possível, e afirma que já está estudando como a ideia será colocada em prática. Inclusive, o candidato adiantou que pretende realizar parcerias com alguma "empresa nova e privada" para concluir o projeto.

O tucano destacou que o valor arrecadado pelo governo federal, de cerca de R$ 3 bilhões, das empresas de saneamento com a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e com o Pasep, seria destinado à população por meio de investimentos de água e esgoto. 

Em relação ao consumidor, o candidato do PSDB declarou que o seu programa de governo tem o intuito de aumentar o número de instituições bancárias para elevar a competitividade no setor e, consequentemente atender melhor os seus respectivos clientes.

O presidenciável disse que ainda não sabe se uma eventual privatização dos bancos públicos seria algo positivo para o País.

Ainda no assunto “empresas estatais”, o candidato declarou abertamente que deseja quebrar ‘na prática’ o monopólio do refino, que tem hoje "99% nas mãos da Petrobras”, para também aumentar a competição na área e os investimentos no País.

Alckmin defendeu que pretende fazer a revisão do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS), atualmente sob responsabilidade da Caixa Econômica Federal, para que os recursos do benefício sejam voltados a projetos de moradia, mobilidade e infraestrutura.

O Futuro do Brasil na Visão dos Presidenciáveis 2018

undefined
Foto: Nelson Jr./ASICS/TSE
Pariciparam do evento: Marina Silva, Geraldo Alckmin , Álvaro Dias, Ciro Gomes e Henrique Meireles

De acordo com a Coalizão pela Construção - entidade responsável por organizar o evento e que reúne 26 entidades representativas da indústria da construção - foram convidados para discutir o crescimento econômico apenas os candidatos mais bem colocados nas pesquisas de intenção de voto.

Sendo assim, a organização explicou que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) não compareceu porque alegou problemas de agenda para participar, enquanto que o Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não foi porque está preso. Em contrapartida, Coalizão pela Construção pontuou que o candidato Henrique Meirelles foi convidado para debater a retomada do crescimento econômico pela representatividade do partido.

Para saber mais sobre o candidato Geraldo Alckmin  e os outros presidenciáveis, continue acompanhando as informações do portal iG. 

*Com informações da Agência Brasil

    Veja Também

      Mostrar mais