Tamanho do texto

Espaço do comprovante dedicado ao nome do cliente foi preenchido com ofensa racial; caso aconteceu em unidade do Burger King em São Paulo

Cliente do Burger King guardou comprovante para registrar boletim de ocorrência
Reprodução/Facebook
Cliente do Burger King guardou comprovante para registrar boletim de ocorrência

Um consumidor foi chamado de "macaco" no  cupom fiscal  de um pedido que fez em uma unidade do Burger King, em São Paulo, no último sábado (24). Segundo imagens divulgadas pelo universitário David Zambelli, de 24 anos, um dos atendentes escreveu a ofensa na parte do comprovante que era destinada ao nome do cliente.

Leia também: Bancária mente ao pedir horas extras na Justiça e deve pagar multa para empresa

O consumidor fez um boletim de ocorrência, que foi registrado como injúria racial, na Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), para que o funcionário responsável pelo ataque racista pudesse ser identificado e punido. “A vítima prestou depoimento e imagens da câmera de monitoramento do estabelecimento serão solicitadas para identificação do autor”, disse a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo por meio de nota sobre o caso no Burger King .

Leia também: Concursos públicos fecham inscrições em uma semana e pagam até R$ 26 mil; veja

O caso se tornou público quando o universitário decidiu publicar sobre o ocorrido no Facebook. Na publicação, ele disse ser inadmissível que este tipo de situação ainda aconteça. Confira a postagem completa:

RACISMO É CRIME FUI CHAMADO DE "MACACO"

O preconceito racial é uma "doença" que deve ser eliminada da sociedade brasileira.
É inadmissível que em pleno século xxı, em 2018 ainda possa acontecer esse tipo de atitude racista. 
Hoje estive com meu Advogado Drº Marcello Primo na DECRADI Delegacia de Repressão aos Crimes Raciais e de Delitos de Intolerância para fazer um boletim de ocorrência repudiando o ato racista que sofri em umas das maiores rede de fastfoods do Brasil, Burguer King, na madrugada do dia 24/03, junto com uma amiga diplomata americana Littane Bien-Aime que estava comendo comigo...

Até quando isso irá existir no Brasil?

"HOJE FOI COMIGO, AMANHÃ PODE SER COM VOCÊ!"

Leia também: Barata na pizza faz vistoria encontrar insetos e fezes em cozinha de restaurante

A publicação rendeu uma série de comentários negativos sobre o Burger King, que ainda não se pronunciou publicamente sobre o caso. "Lamentável, nem sei o que falar. Infelizmente é a triste realidade do nosso País", publicou uma usuário. O advogado mencionado pelo consumidor , que também comentou o post, disse que não medirá esforços para defendê-lo. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.