Tamanho do texto

Empresa se pronunciou dizendo que aves são preparadas com alto padrão de qualidade, mas que, ocasionalmente, alguns miúdos de frango podem ser deixados para trás: “Aceitamos completamente que pisamos na bola”, afirma

Brasil Econômico

Meninas apresentaram quadro de enjoo após consumirem o frango
Evening Gazette
Meninas apresentaram quadro de enjoo após consumirem o frango

Imagine um belo frango assado bem diante dos seus olhos na hora do jantar. Aquela pele dourada, aquele cheiro apetitoso... Porém, depois de comer alguns pedaços compartilhados com a família, você nota que, aparentemente, há vermes dentro da carne. Pois é, foi exatamente isso o que aconteceu com a garota Poppy, de apenas 14 anos, da cidade de Stockton-on-Tees, no nordeste da Inglaterra.

Leia também: Tem conta no Nubank? Em breve, você poderá usá-la para receber seu salário

Como podemos imaginar, a adolescente ficou apavorada com o seu "achado" e, mais tarde, foi descoberto que, na verdade, não eram vermes e sim testículos de frango.  Segundo o site Metro, Paul Douglas, de 49 anos, estava no trabalho, na última terça-feira (27), quando a filha mais velha o telefonou para contar sobre o ocorrido. Naquele momento, a garota e as irmãs mais novas Milly e Maisie, de respectivamente 12 e 11 anos, já haviam comido praticamente metade do peito de frango da marca britânica Asda e apresentavam quadro de enjoo.

Indignado com a situação, Douglas foi para casa assim que soube do incidente, pegou a nota fiscal da compra do frango e foi para o supermercado Asda. “Lá, me disseram que poderia haver sim vermes vivos nas aves”. Em seguida, questionou se mesmo assim os frangos continuariam nas prateleiras, já que poderiam deixar as pessoas doentes, mas a loja apenas ofereceu um reembolso.

Incidente aconteceu na última terça-feira (27)
Evening Gazette
Incidente aconteceu na última terça-feira (27)


Investigação

Diante do ocorrido, a Asda iniciou uma investigação nas peças e foi concluído praticamente aquilo que a garota de 14 anos já havia descoberto: que os testículos de frango estavam localizados na caixa torácica da ave assada e que só podiam ser notados após o consumo de uma parte do peito.

A empresa se pronunciou dizendo que as aves são preparadas com um alto padrão, mas que, ocasionalmente, pequenas quantidades de miúdos de frango podem ser deixadas para trás, “aceitamos completamente que pisamos na bola”, disse a empresa.

Rato no mix de legumes

Assim como o incidente do frango, no início de fevereiro deste ano, o Brasil Econômico noticiou outro caso peculiar, mas, dessa vez, envolvendo ratos.  Uma britânica encontrou metade do corpo de um roedor dentro da embalagem de legumes congelados após consumir grande parte do pacote que havia comprado. Após o ocorrido, foi definida a suspensão de toda a produção do sítio responsável pela fornecedora Agrifreez durante as investigações sobre o caso do rato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas