Tamanho do texto

Incentivo é reposta frente ao atual cenário de faturamento da área. Segundo o Ministério da Cultura, em 2017, o Brasil obteve o faturamento de R$1,3 bi

Brasil Econômico

Atualmente, 78% das empresas de games estão concentradas nas regiões Sudeste e Sul
shutterstock
Atualmente, 78% das empresas de games estão concentradas nas regiões Sudeste e Sul

Tem interesse profissional pela área de games? Se a resposta é sim, temos uma boa notícia para você. Na última quarta-feira (31) foi lançado um curso dedicado ao mercado de jogos na categoria educação a distância (EAD).

Leia também: Quer se dar bem no mercado de trabalho? Confira as melhores carreiras para 2018

O curso O setor de games no Brasil: panorama, carreiras e oportunidades foi desenvolvido por meio de uma parceria entre o Ministério da Cultura, a Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames) e o Núcleo de Estudos em Economia Criativa e da Cultura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Neccult – UFRGS) e é o primeiro de uma série de três para a capacitação de empreendedores do mercado de games .

O portal do Ministério detalha que, neste primeiro curso, o estudante aprenderá sobre importância dos games na economia criativa, as estruturas das desenvolvedoras independentes, além das experiências dos profissionais que construíram uma carreira no setor de jogos no Brasil. “A ideia é mostrar quais são as possíveis áreas de atuação dentro do mercado de games, entre as quais estão roteirista, programador e designer, entre outras”, detalha.

O estudante que se interessa pela área terá aulas pela plataforma Lúmina, com material de apoio, guias de estudos, vídeos e atividades, que devem totalizar 30 horas de curso.

Leia também: Conheça 7 cursos gratuitos para você voltar ao mercado de trabalho em 2018

De acordo com o Ministério, a segunda e a terceira partes da série serão lançadas ainda no mês de fevereiro e devem chamar respectivamente, Dicas e desafios para empreendedores  e Internacionalização no setor de games .

Faturamento

O incentivo ao setor de games é resposta ao atual cenário de grande faturamento da área. Segundo o Ministério da Cultura, em 2017, o Brasil obteve o faturamento de R$ 1,3 bilhão em cima do setor. Vale destacar que, no mundo todo, o alcance foi de R$ 116 bilhões, sendo que a estimativa é que o valor chegue em 2020 em torno de R$ 455,8 bilhões, com crescimento médio de 7,3% ano.

Atualmente, 78% das empresas de games estão concentradas nas regiões Sudeste e Sul, e mais da metade das desenvolvedoras funciona há mais de três anos e conta com até cinco colaboradores.

Leia também: Empresa familiar: confira quatro dicas para este tipo de negócio

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.