Tamanho do texto

Estimativa do mercado continua abaixo da meta central, de 4,5%, mas continua dentro do piso e teto, respectivamente estabelecidos em 3% e 6%

Brasil Econômico

Divulgação do BC revela que mercado financeiro espera PIB de 1,01% para 2017 e de 2,69% para este ano; confira
shutterstock
Divulgação do BC revela que mercado financeiro espera PIB de 1,01% para 2017 e de 2,69% para este ano; confira

O mercado financeiro manteve a projeção para a inflação de 2018 praticamente estável em relação à divulgação anterior, de acordo com o boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (8), pelo Banco Central (BC). A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), anteriormente previsto em 3,96%, caiu 0,1 ponto percentual (p.p) ao atingir a marca de 3,95%. Há quatro semanas, o mercado financeiro esperava inflação de 4,02% para 2018.

Leia também: Cesta básica fica mais barata em 21 capitais; veja se a sua cidade está na lista

Em relação a 2017, a projeção do IPCA subiu 0,1 p.p, passando de 2,78% para 2,79%, mas continua abaixo do piso da meta da inflação de 3%. Vale destacar que a meta central de inflação é 4,5%, e tem como limite superior a marca de 6%. Sempre que a estimativa fica fora desses patamares, o BC deve elaborar uma carta aberta ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, argumentando o descumprimento da meta.

Leia também: McDonald's inicia vendas de versões do Big Mac com bacon e quatro hambúrgueres

PIB e Selic

A estimativa do Produto Interno Bruto ( PIB ), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no País, também registou tímida baixa de 0,1 p.p. Se na semana passada a projeção do mercado financeiro para o PIB de 2018 era de 2,70%, na última divulgação do BC a estimativa baixou para 2,69%.

Já para o PIB de 2017, o mercado financeiro concluiu em reunião uma projeção de crescimento para a soma de todos os bens e serviços, uma vez que passou de 1% para 1,01%.

A expectativa da taxa básica de juros, a Selic , para o fim de 2018, é de 6,75%. E, caso as expectativas sejam confirmadas, esse será o menor nível já registrado pelo BC. Atualmente, a o indicador está em 7%, devido à reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que ocorreu no dia 6 de dezembro. No encontro, o Comitê reduziu a taxa em 0,5 p.p, quando a Selic estava em 7,5% ao ano.

Leia também: Rio de Janeiro deve pagar salário de novembro para 55 mil servidores na segunda

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.