Tamanho do texto

Até a última quarta-feira, os R$ 764 milhões foram pagos beneficiaram 693 mil aposentados; Não existe data limite para retirar o valor das contas; veja

Brasil Econômico

Nesta sexta-feira (17), começa a segunda etapa do calendário de pagamento nas contas do PIS-Pasep. Os aposentados beneficiários poderão fazer o saque nas agências da  Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil (BB).

Leia também: Receita Federal paga hoje 6º lote da restituição do Imposto de Renda

Caso o beneficiário do PIS-Pasep não receber o crédito automático, o ideal é que ele procure as agências da Caixa e do Banco do Brasil para atualizar o cadastro
Agência Brasil
Caso o beneficiário do PIS-Pasep não receber o crédito automático, o ideal é que ele procure as agências da Caixa e do Banco do Brasil para atualizar o cadastro

Assim como foi programado, os pagamentos do PIS-Pasep iniciaram em outubro e beneficiaram homens e mulheres com mais de 70 anos de idade. De acordo com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, até a última terça-feira (14), cerca de 417 mil pessoas foram favorecidas pelo depósito, o que representa um valor de R$ 446 milhões. Outro balanço aponta que até quarta-feira (15), R$ 764 milhões foram pagos, o que beneficiou o total de 693 mil aposentados.

O Ministério relembra que não existe uma data limite para retirar o valor do abono salarial, e que os recursos continuarão no fundo à disposição dos correntistas. Mais de R$ 9 bilhões relacionados a cotistas com mais de 70 anos, ou seus herdeiros, em caso de falecimento do beneficiário, também continuarão à disposição.

Já em casos em que o beneficiário não pode comparecer a uma das agências, por motivo de saúde, por exemplo, a retirada apenas poderá ser feita por meio de procuração.

Leia também: Pretende conceder férias coletivas aos funcionários? Veja passo a passo

Cadastro                                                                             

Caso o beneficiário do PIS-Pasep não receber o crédito automático, o ideal é que ele procure as agências da Caixa e do Banco do Brasil para atualizar o cadastro. Entre os problemas para que o débito não tenha sido feito pode ser a ausência do número do CPF, em que a simples adição do dado na ficha do beneficiário é o suficiente para desbloquear o depósito.

Apenas tem direito ao depósito o cotista cadastrado no Fundo entre 1971 e 4 de outubro de 1988, que ainda não tenha sacado o crédito total individual de participação. Vale destacar que neste ano a MP 797/2017 modificada permitiu que trabalhadores com idade superior a 70 anos, aposentados, bem como mulheres com 62 anos ou mais e homens a partir de 65 anos pudessem sacar o benefício.

Para quem precisa de outras informações sobre o PIS-Pasep basta acessar os sites da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil ou ligar para os telefones: 0800 726 0207 (Caixa/PIS); 0800 729 0001 e 4004-0001 (BB/Pasep).  

Leia também: Banco Central e CVM alertam sobre os riscos do uso das moedas digitais; entenda

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.