Tamanho do texto

O lote contempla 2.358.433 contribuintes, totalizando mais de R$ 2,8 bilhões. O lote multiexercício inclui restituições residuais de 2008 a 2016

Imposto de Renda 2017: restituição do sexto lote começa a ser pago nesta quinta-feira (16)
shutterstock
Imposto de Renda 2017: restituição do sexto lote começa a ser pago nesta quinta-feira (16)


A partir desta quinta-feira (16) a Receita Federal começa a creditar a restituição do sexto lote do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2017. Neste lote mais de 2 milhões de contribuinte terão impostos ressarcidos, sendo que esse valor chega a R$ 2,8 bilhões. Também nesta sexta será liberada os créditos retidos pela Receita Federal, ou seja, o lote multiexercício de 2008 até 2016.

Leia também: Nova proposta do governo prevê 44 anos de contribuição por teto da aposentadoria

A Receita Federal informou que o valor da restituição a ser pago nesta semana chega a R$ 3 bilhões, sendo que deste total, R$ 107,844 milhões referem-se aos contribuintes com prioridade: 26.209 idosos e 3.354 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Consulta

Desde a semana passa a consulta ao lote foi liberada pela Receita Federal. Caso não tenha consultado ainda, basta acessar o site da RF, por meio deste link , ou pelo telefone, no telefone 146 (Receitafone). Além de verificar se será ressarcido ou não neste lote, o contribuinte pode consultar o extrato da declaração que foi entregue em abril deste ano, por meio do serviço e-CAC, e verificar se existem inconsistências de dados identificadas pelo processamento.

Caso o contribuinte encontre inconsistências, ele poderá fazer a autorregularização, que deve ser feita mediante a entrega de declaração retificadora. Vale ressaltar ainda que a Receita Federal disponibiliza aos contribuintes consultas e demais serviços por um aplicativo, que pode ser baixado em tablets e smartphones. Outra informação importante é que a consulta é feita pelo número do CPF.

Leia também: Contrariando Maia, Temer assina medida provisória da reforma trabalhista

Período

Um dos pontos de atenção ao contribuinte caso não tenha informado uma conta bancária para que o valor a ser restituído fosse creditado é que o mesmo fica disponível para o saque por 12 meses . Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento pela internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física.

Caso o valor da restituição do Imposto de Renda não seja creditado pela Receita, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) e verificar o ocorrido. 

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Caixa paga na sexta-feira abono do PIS para trabalhador nascido em novembro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.