Tamanho do texto

Pensando na força da mulher e relevância do empreendedorismo feminino, evento oferece técnicas para alcançar independência emocional e financeira

Brasil Econômico

Mulher Brilhante acontece em São Paulo nos dias 17 e 18 de novembro
Reprodução
Mulher Brilhante acontece em São Paulo nos dias 17 e 18 de novembro

Entrar no universo do empreendedorismo e ter sucesso com um negócio próprio é o sonho de muitos brasileiros. Considerando o universo feminino, as maneiras de transformar uma boa ideia em um negócio sólido é um dos assuntos mais debatidos.

Leia também: Temer promete apoio para projeto que incentiva micro e pequenas empresas

Consultora em Gestão de Projetos e Negócios, a brasiliense Kênia Gama, de 33 anos, começou a ter contato com o empreendedorismo aos 18. Apesar das dificuldades que permeiam a pouca idade, não tardou para que conquistasse uma posição de destaque no mercado. Em 2002, já comandava sua própria empresa, a SET Realizações, especializada na gestão de eventos.

De acordo com a especialista, existem alguns passos essenciais que devem ser seguidos por mulheres que desejam tirar uma ideia do papel e empreender. É importante, antes de tudo, que a pessoa faça o que gosta. Depois, é necessário saber tudo sobre o assunto e não buscar a aprovação de terceiros, além de comemorar até as menores conquistas e analisar a concorrência. Por último, é indispensável não trabalhar com vários focos, mas confiar em seu plano A até conseguir executá-lo.

“Uma empreendedora precisa saber se reinventar e, mais do que qualquer outra pessoa, acreditar que tem potencial para conquistar a independência financeira e emocional”, afirma Kênia. Segundo dados de mercado, as mulheres estão presentes na administração de 51% das empresas brasileiras, além de fazerem parte do quadro societário de 20% das corporações.

Considerando os últimos 14 anos, o número de empresárias subiu 34%, e hoje é de quase 8 milhões. Além disso, 43% dos cargos de direção e gerência em micro e pequenas empresas são ocupados por profissionais do sexo feminino.

Leia também: Banco Central e CVM alertam sobre os riscos do uso das moedas digitais

Também é necessário, segundo Kênia, que a mulher invista em seu marketing pessoal nessa busca pelo sucesso no mercado. “Promover-se adequadamente e fazer com que as pessoas notem o seu valor também são etapas primordiais a serem cumpridas por quem pretende se destacar profissionalmente”, prossegue.

Pensando na força da mulher e na relevância do empreendedorismo feminino, a consultora criou o evento Mulher Brilhante, voltado a profissionais liberais, empresárias, líderes corporativas e interessadas em geral, cujo objetivo é oferecer técnicas e ferramentas multidisciplinares a quem almeja alcançar a independência emocional e financeira. “Mulheres com autoestima mais forte, felizes no que fazem, serão melhores mulheres, mães, filhas, esposas e certamente vão impactar a sociedade”, diz.

A primeira edição do evento aconteceu pela primeira vez em maio, na capital federal. Agora, será realizado nos dias 17 e 18 de novembro, das 9h às 20h, no auditório Elis Regina, no Anhembi, em São Paulo (SP). Ao longo destes dois dias, será possível realizar uma completa imersão no tema, com dicas, networking, informação e conhecimento, com abordagem a aspectos pessoais e profissionais.

Leia também: Petrobras anuncia redução de preços de gasolina e diesel a partir de sexta-feira

O Mulher Brilhante terá palestras e workshops dos mais renomados especialistas em empreendedorismo do Brasil. Entre eles, a influenciadora do mercado de beleza e bem-estar Cristiana Arcangeli, investidora do reality show Shark Tank Brasil, e o especialista em Marketing Digital e escritor best-seller Conrado Adolpho, autor de "Os 8Ps do Marketing Digital".


    Leia tudo sobre: Empreendedorismo
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.