Tamanho do texto

Para o IPCA, os economistas estimam que fique em 3,08% este ano e o PIB em 0,73%, segundo o relatório do Boletim Focus divulgado nesta segunda

Previsão do Produto Interno Bruto (PIB) foi mantida em 0,73%, segundo projeção do Boletim Focus, do Banco Central.
shutterstock
Previsão do Produto Interno Bruto (PIB) foi mantida em 0,73%, segundo projeção do Boletim Focus, do Banco Central.


O Boletim Focus, do Banco Central (BC), divulgado nesta segunda-feira (6) aponta que o mercado financeiro manteve as projeções dos principais indicadores econômicos brasileiros. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação, ficou em 3,08%, mesma projeção da semana passada. Para 2018, a estimativa para o IPCA é mantida em 4,02% há quatro semanas consecutivas.

Leia também: Decisão de reduzir a Selic foi unânime, informa relatório do Banco Central

A perspectiva para inflação deste ano e para o ano que vem, continuam abaixo do centro da meta estipulada pela autoridade monetária, ou seja, pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), sendo que a meta é de 4,5%. Segundo o Banco Central , ainda existe a possibilidade de a inflação ter variação entre 3% (mínima) até 6% (máxima).

Foi mantida tamém a projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto ( PIB ). Desde a semana passada, a expectativa dos economistas é que a economia tenha crescimento de 0,73% este ano. Para 2018, os economistas entrevistados pelo BC indicam que o PIB brasileiro será de 2,5%.

As projeções para a taca básica de juros, a Selic , também ficaram estaveis de uma semana para cá, sendo que o mercado financeiro estima que a taxa termine o ano de 2017 em 7%. Vale ressaltar que em outubro o Comitê de Política Monetária ( Copom ) reduziu a taxa de juros de 8,25% para 7,5%. Para o próximo ano a estimativa dos economistas é que a Selic seja de 7%, ficando sem alteração ao longo do ano. 

Em contrapartida a mediada sobre a taxa básica de juros , as cinco instituições que mais acertam as previsões, chamadas de "Top 5" pelo BC sinalizam um novo corte na taxa básica de juros, o que faria a Selic chegar a 6,50% em 2018. 

Leia também: Rússia aumenta fiscalização da carne de cinco frigoríficos do Brasil

Outras projeções

Os economistas entrevistados para a análise do Boletim Focus revisaram para cima a taxa de câmbio no fechamento deste ano. A cotação da moeda norte-americana passou de R$ 3,19 para R$ 3,20. Para o ano que vem, a projeção ficou estável, sendo que o mercado financeira estima o dólar cotado a R$ 3,30.

A projeção do Boletim Focus , do Banco Central, para o resultado da balança comercial em 2017 permaneceu estável em US$ 65 bilhões de resultado positivo. Para o próximo ano, a estimativa dos especialistas do mercado para o superávit avançou de US$ 52,2 bilhões para US$ 53 bilhões. A previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2017, permaneceu em US$ 75 bilhões. Para 2018, a estimativa dos analistas ficou estável em US$ 80 bilhões.

Leia também: Pagamento de multas poderão ser parceladas e pagas com cartão de crédito

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.