Tamanho do texto

Nesta segunda-feira, investidores se mostram cautelosos, devido a divulgação de balanços importantes e pela oscilação na agenda econômica

Brasil Econômico

Bovespa fica em 75.458 pontos, com atenção voltada ao cenário político
shutterstock
Bovespa fica em 75.458 pontos, com atenção voltada ao cenário político

O Índice da Bovespa (Ibovespa) começou a semana operando em baixa. Nesta segunda-feira (30), os investidores se mostram cautelosos, devido a divulgações de balanços importantes para a economia e das oscilações da agenda econômica. Por volta das 12h30, a bolsa paulista recuava 0,68%, aos 75.458 pontos.

Leia também: Inadimplência das empresas avança 2,62% em setembro, com menor alta desde 2011

As ações ordinárias (ON) da Petrobras estavam entre as maiores altas da Bovespa , com 0,92%, assim como as ações preferenciais (PN) da Petrobras, que registram avanço de 0,35%. As ações ordinárias de nível 1 (ON N1) da Vale também faziam parte dos acréscimos, com 0,25%.

Em contrapartida, as ações de nível 1 do Itaú Unibanco decresceram 0,46%, assim como a Usinimas PNA N1, com recuo de 1,42%. A Embraer e a Eletrobras apresentaram quedas de 2,95% e 2,53%, respectivamente.

Balanços

Também nesta segunda-feira (30) houve a divulgação do boletim focus, onde o Banco Central dá a previsão do mercado financeiro para a economia nacional. Nesta publicação, os especialistas aumentaram pela quarta semana consecutiva a previsão de inflação para este ano, indo de 3,06% para 3,08%.

Vale mencionar que a elevação se deu mesmo com a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) em reduzir a taxa básica de juros (Selic).  A previsão de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) permaneceu a mesma, com 0,73%.

Leia também: Contas públicas fecham setembro com deficit primário de R$ 21,2 bilhões

Outro resultado exposto foi o do Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br) da Fundação Getulio Vargas (FGV), que apresentou queda de 8,3 pontos entre setembro e outubro, ao passar de 119,3 pontos para 111. Com o recuo, o indicador atingiu seu  menor nível desde fevereiro de 2015, mostrando que mesmo com os riscos que permeiam o campo político, é notada uma melhora, que deve permitir maiores investimentos e consumo.  

Dólar

Já o dólar opera oscilante frente o real, com alta de 0,25%, sendo vendido a R$ 3,2519. Na semana passada, a moeda norte-americana apresentou a maior valorização, com 1,70%. Com um conservadorismo menor, nos Estados Unidos os investidores reduziram as tensões relacionadas ao aumento dos juros.

Pregão anterior

Na sexta-feira (27), a Bovespa cresceu 0,01%, ficando abaixo dos 76 mil pontos, e com o pregão sendo fortemente influenciado pelo leilão do pré-sal , que arrecadou R$ 6,15 bilhões ao governo. Houve ainda impacto de informações acerca da mudança na diretoria do banco central norte-americano, Federal Reserve. Na semana, o Ibovespa acumulou retração de 0,57%.

Leia também: Henrique Meirelles defende aprovação da reforma da Previdência ainda este ano

    Leia tudo sobre: Bovespa