Brasil Econômico

A Oi informou nesta sexta-feira (20) que fechou 25 mil acordos com credores. Segundo a empresa, o valor corresponde a mais de R$ 410 milhões. Na quinta-feira (19), a empresa encerrou o programa de negociação referente à recuperação judicial para credores com crédito de até R$ 50 mil. Segundo a operadora, 33 mil se cadastraram na plataforma eletrônica para receber o valor.

Leia também: Portaria sobre trabalho escravo destrói Lei Áurea, diz ministra

Dos cerca de 55 mil credores da Oi que fazem parte do plano de recuperação judicial, aproximadamente, 53 mil tinham créditos a receber de até R$ 50 mil. Os pagamentos serão realizados em duas parcelas, sendo que a primeira correspondente a 90% do valor e acontece em até 10 dias úteis após a assinatura do termo de acordo. Os 10% restantes serão recebidos pelo credor em até 10 dias úteis após a homologação do Plano de Recuperação Judicial.

Valores estabelecidos em acordos firmados pela Oi serão transferidos para as contas bancárias dos credores
Reprodução
Valores estabelecidos em acordos firmados pela Oi serão transferidos para as contas bancárias dos credores

Leia também: Tarifa da conta de luz deverá permanecer no patamar 2 em novembro, diz Aneel

Você viu?

Os valores serão recebidos por meio de depósito na conta bancária do credor. A previsão é que o plano seja analisado na assembleia geral de credores, agora marcada para o dia 6 de novembro. A reunião, antes prevista para 23 de outubro, foi adiada após determinação do juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, encarregado pelo processo de recuperação.

Segundo o presidente da Oi, Marco Norci Schroeder, o pedido de adiamento foi feito por bancos e alguns bondholders (detentores de títulos). Para ele, o adiamento prejudica a companhia por impedir "virar a página" desse assunto. "A gente fez muita coisa nesse último ano, acelerou investimento, melhorou muito a questão de qualidade, reduziu quase 30% das reclamações com a Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações]", disse.

Leia também: Tesouro Direto tem saldo positivo de resgates pelo segundo mês consecutivo

Em processo de recuperação judicial, a Oi acumula dívidas de R$ 64 bilhões em bônus, dívidas bancárias e responsabilidades operacionais. A empresa deverá deliberar com a Anatel nos próximos dias a respeito de Termos de Ajustamento de Conduta (TACs). Uma eventual renegociação dos termos firmados em TACs poderia abrir caminho para a aprovação do plano de recuperação judicial.

* Com informações da Agência Brasil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários