Suspensão do pagamento de abono salarial e demais benefícios foi anunciada pela Caixa nesta sexta-feira (13)
Antonio Cruz/Agência Brasil
Suspensão do pagamento de abono salarial e demais benefícios foi anunciada pela Caixa nesta sexta-feira (13)

A Caixa Econômica Federal suspendeu os pagamentos do abono salarial, rendimentos e cotas do Programa de Integração Social (PIS) até o próximo domingo (15). A instituição está preparando os sistemas operacionais para pagamento das cotas do PIS por idade e aposentadoria, com calendário a ser iniciado em 19 de outubro.

Leia também: Saiba o que fazer para conseguir efeturar o saque do PIS/Pasep

"A Caixa está se preparando da melhor maneira, na estratégia de atendimento e na parte operacional e tecnológica, para que os beneficiários possam ter agilidade ao procurar os canais de saque", informou o superintendente nacional de Benefícios Sociais da Caixa Econômica Federal, Rogério Saab, sobre a suspensão do pagamento do abono salarial e os outros benefícios.

A fase inicial do calendário de pagamento das cotas do PIS é direcionada a maiores de 70 anos. Para titulares de conta corrente ou poupança individual na Caixa, a instituição vai liberar o saque na terça-feira (17). Os demais beneficiários seguirão o calendário que se inicia no dia 19.

Leia também: Vendas no Dia das Crianças têm alta após dois anos consecutivos de queda

Você viu?

Fundos

Foi reiterado pela Caixa que serão disponibilizados R$ 6,7 bilhões para 3,6 milhões de beneficiários com mais de 70 anos. O valor representa 60% do total de R$ 11,2 bilhões disponível na ação especial de pagamento das cotas do PIS.

O Programa de Integração Social (PIS) e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) tiveram seus fundos criados no ano de 1971 e funcionaram, ao longo de quase 20 anos, como uma poupança particular. A cada ano, o trabalhador tinha direito a receber o rendimento das cotas e podia sacar todo o crédito em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos.

Leia também: Bayer vende parte da Crop Science à alemã BASF por 5,9 bilhões de euros

Os fundos vigoraram até 4 de outubro de 1988. Com a promulgação da Constituição, a arrecadação do PIS/Pasep passou a ser destinada ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que empresta a empresas do setor produtivo. O PIS é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada. O Pasep, aos servidores públicos.

*Com informações da Agência da Brasil

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários