Brasil Econômico

undefined
Divulgação
Richard H. Thaler foi o ganhador do Nobel de Economia deste ano; veja qual foi o estudo


Em anúncio feito na manhã desta segunda-feira (9), a Real Academia Sueca de Ciências concedeu o prêmio Nobel de Economia ao americano Richard H. Thaler. Ele desenvolveu um estudo sobre economia comportamental, sendo considerado pela academia como pioneiro na realização de pesquisa sobre o comportamento do consumidor na decisão de compra.

Leia também: Dia das Crianças deve movimentar R$ 8,8 bilhões no comércio brasileiro

 Para conseguir o Nobel de Economia , Thaler integrou a economia com a psicologia e ao fazer tal relação conseguiu provar como o raciocínio, ou a limitação dele, preferências sociais e a fata de autocontrole, são capazes de afetar as decisões dos consumidores e o mercado como um todo.

A acedemia informou ainda que a perspectiva de conduta incorpora à economia feita por Thaler é "uma análise mais realista de como pensam e atuam as pessoas quando estão tomando decisões econômicas", o que ajuda a "desenhar medidas e instituições que aumentam os benefícios para o conjunto da sociedade".

Biografia

Atualmente Richard H. Thaler é um dos membros da American Academy of Arts and Sciences, da American Finance Association e da Econometrics Society. Anteriormente, em 2015, ele chegou a presidir a American Economic Association.

O economista – considerado o pai da economia comportamental – nasceu em Nova Jersey, e concluiu o bacharelado pela Case Western Reserve University, em 1967. Ele ainda fez mestrado e doutorado pela Rochester, conseguindo os títulos em 1970 e 1974, respectivamente.

Leia também: Google consegue autorização para levar balões com internet a Porto Rico

Antes de ingressar na Universidade de Chicago em 1995, Thaler lecionou na Universidade de Rochester e Cornell. Foi ainda professor visitante na Universidade British Columbia, Sloan School of Management no MIT, Russell Sage Foundation e Centro de Estudos Avançados em Ciências do Comportamento em Stanford.

O ganhador do Prêmio Nobel de Economia ainda é co-autor do best-seller global "Nudge", escrito em conjunto com Cass R. Sunstein. Na publicação, os especialistas tratam dos conceitos da economia comportamental, que são usados para enfrentar os desafios de uma sociedade. Ele ainda é autor de outras obras, sendo elas: Misbehaving: The Making of Behavioral Economics; Quasi-Rational Economics, The Winner's Curse: Paradoxos e Anomalias da Vida Econômica, e Advances in Behavioral Finance Volumes I e II.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Golpe no WhatsApp que promete 14º salário pela Caixa chega a 300 mil pessoas

    Leia tudo sobre: Inovação

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários